Repositório Digital

A- A A+

Construir no construído : o caso da fábrica Fiat Lingotto

.

Construir no construído : o caso da fábrica Fiat Lingotto

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Construir no construído : o caso da fábrica Fiat Lingotto
Autor Meneguzzi, Clarissa Rech
Orientador Pellegrini, Ana Carolina Santos
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Arquitetura. Programa de Pesquisa e Pós-Graduação em Arquitetura.
Assunto Arquitetura industrial
Edificios industriais
Patrimônio arquitetônico
Piano, Renzo
Renovação arquitetônica
Turim (Itália)
[en] Adaptive reuse
[en] Industrial heritage
[en] Lingotto
Resumo Durante o século XIX, o significado da restauração de edifícios era um ponto de debate entre dois personagens influentes, Eugène-Emmanuel Viollet-le-Duc e John Ruskin. Mais tarde, com o início efetivo do movimento de preservação nos anos 1960, os arquitetos passaram a defender a manutenção de edifícios através de restauração, reabilitação e reutilização adaptativa. No entanto, hoje a reciclagem de prédios inteiros tornou-se também uma prática importante para uma abordagem sustentável do desenvolvimento urbano, especialmente no que se refere a edifícios industriais que, com o passar do tempo, tornaram-se obsoletos para continuar desempenhando sua função produtiva. O objetivo principal desta pesquisa é a análise do processo de construção e posterior reutilização adaptativa que ocorreu no edifício da Fábrica Fiat Lingotto – Turim, Itália. Através deste estudo de caso, serão discutidos os procedimentos adotados na sua reutilização adaptativa – intervenção de autoria do arquiteto Renzo Piano – através de uma análise crítica dos seus aspectos físicos e conceituais. As conclusões evidenciam de forma clara e objetiva as razões pelas quais o edifício Lingotto possui valor de bem arquitetônico a ser preservado.
Abstract During the XIX century, the question of what it meant to restore a building was a point of debate between two influential characters, Eugène-Emmanuel Violletle- Duc and John Ruskin. Layer, with the effective arrival of preservation movements in the 1960s, architects through leaned towards restoration, rehabilitation and adaptive reuse of buildings as a maintenance procedure. However, current procedures of recycling of entire buildings become an important additional practice for a sustainable approach to urban development, especially regarding to industrial buildings which, over time, become obsolete to continue performing its function. The main objective of this research is the analysis of the construction process and subsequent adaptive reuse that occurred in the Fiat Lingotto factory building (Turin, Italy). Furthermore, through this case study, the procedures in its adaptive reuse will be discussed, through a critical analysis of both physical and conceptual aspects of the building. Conclusions evince most relevant reasons why Lingotto building has a distinguished architectural value to be preserved.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/134144
Arquivos Descrição Formato
000987883.pdf (61.82Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.