Repositório Digital

A- A A+

Clarice Lispector e o contador de histórias : literatura, recepção e performance

.

Clarice Lispector e o contador de histórias : literatura, recepção e performance

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Clarice Lispector e o contador de histórias : literatura, recepção e performance
Autor Frison, Samuel
Orientador Tettamanzy, Ana Lúcia Liberato
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Contadores de histórias
Lispector, Clarice 1925-1977
Literatura brasileira
Performance
[en] Performance
[en] Reception
[en] Storytellers
Resumo Os contadores de história da contemporaneidade são bons ouvintes e ávidos leitores. O tema deste trabalho trata da recepção e performance da obra de Clarice Lispector pelo contador de histórias. Engloba aspectos afetivos da leitura do contador de histórias, a partir do material escrito, como parte de um repertório pessoal para a dimensão da movência como o professado por Paul Zumthor. Por tratar-se de uma pesquisa qualitativa, com perspectivas da recepção, utilizou-se a metodologia da “entrevista compreensiva” proposta por Maria de Lourdes Patrini. Os referenciais teóricos que discutem o papel do contador de histórias na cultura, a pesquisa de seu repertório, a movência do texto clariceano e sua performance são derivados do paradigma da ecologia dos saberes, proposto por Boaventura Santos. Portanto, o caráter dialógico e interdisciplinar desta pesquisa inclui áreas da literatura, das artes e das ciências humanas. São contemplados para as discussões autores como Mikhail Bakhtin, Leon Vigotski, Humberto Maturana, Regina Machado, Hans Robert Jauss entre outros. Por meio de questionário e de observação filmada sobre a experiência da performance com a comunidade de ouvintes, espera-se contribuir com a pesquisa da cultura oral das práticas do contador de histórias contemporâneo, apontando sua importância dentro dos estudos acadêmicos na área de Letras. Também se espera relevar a literatura infantil e juvenil de Clarice Lispector como um projeto inovador, uma vez que exige um leitor curioso para pensar as questões da existência, num processo sempre partilhado e interativo de escritura-leitura-contação. O resultado foi a percepção da identificação do contador com o texto clariceano que remonta muitas histórias e memórias de leitura e afetos. O texto clariceano revelou também a persona da escritora enquanto mãe e contadora, num diálogo muito próximo com o leitor-ouvinte mirim, renovando a concepção do gênero e mantendo uma relação de continuidade e inovação com seus antecessores.
Abstract The contemporaneity of the storytellers are good listeners and avid readers. The theme of this tesis deals the reception and performance from children and youth stories written by Clarice Lispector by storytellers. Encompasses affective aspects of reading storyteller, from the written material, as part of a personal repertoire for the size of move on as professed by Paul Zumthor. As this is a qualitative research with prospects reception, we used the methodology of "comprehensive interview" proposed by Maria de Lourdes Patrini. The theoretical references that discuss the role of the storyteller in the culture, the search of his repertoire, the moving clariceano the text and its performance are derived from the paradigm of the knowledge ecology, proposed by Boaventura Santos. Therefore, the dialogic and interdisciplinary nature of this work includes the fields of literature, the arts and the humanities. Are contemplated for the authors discussions as Mikhail Bakhtin, Leon Vygotsky, Humberto Maturana, Regina Machado, Hans Robert Jauss and others. By questionnaire and observation filmed on the experience of performance with the community of listeners, is expected to contribute to the research of oral culture of the practices of contemporary storyteller, pointing their importance within the academic studies in literature area. It is also intended to reveal the children's and youth literature of Clarice Lispector as an innovative project, since it requires a curious reader to think about the questions of existence, a process always shared and interactive writing-reading-telling. The result was the realization of the meter identification with the clariceano text dating back many stories and reading memories and affections. The clariceano text also revealed the author persona as mother and accountant, a very close dialogue with the reader-listener mirim, renewing the concept of gender and maintaining a continuity and innovation with their predecessors.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/134147
Arquivos Descrição Formato
000985593.pdf (1.446Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.