Repositório Digital

A- A A+

Síntese de híbridos 2-aminometilfenol-lofina e dímeros bis-lofina com potencial aplicação no tratamento da doença de alzheimer

.

Síntese de híbridos 2-aminometilfenol-lofina e dímeros bis-lofina com potencial aplicação no tratamento da doença de alzheimer

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Síntese de híbridos 2-aminometilfenol-lofina e dímeros bis-lofina com potencial aplicação no tratamento da doença de alzheimer
Autor Lorini, Rafael Parreira
Orientador Ceschi, Marco Antonio
Data 2014
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Química. Curso de Química: Bacharelado.
Assunto Colinesterases
Doença de Alzheimer
Resumo A doença de Alzheimer é uma desordem neurodegenerativa que afeta principalmente idosos a partir dos 60 anos de idade, resultando na perda significativa de funções cerebrais. Esta condição não possui cura e são conhecidos diversos fatores que influenciam sua progressão, destacando a diminuição do neurotransmissor acetilcolina. A hipótese colinérgica tem sido a estratégia terapêutica mais utilizada no combate a doença e visase a busca e síntese de moléculas capazes de inibir a enzima acetilcolinesterase, responsável pela hidrólise da acetilcolina. Devido as características estruturais da enzima, a síntese de dímeros do tipo bislofina, com variações na cadeia alquílica espaçadora e substituintes no núcleo lofínico, é de grande interesse como uma nova plataforma de moléculas bioativas com potencial aplicação no tratamento da doença de Alzheimer. O caráter multifatorial da doença de Alzheimer permite que novos estudos sejam realizados visandose a síntese de moléculas multifuncionais, potencialmente atuando em mais de um fator característico da doença. A partir do núcleo salicilaldeído, de reconhecida atividade biológica como antioxidante e inibidor de proteínas, neste trabalho realizouse a síntese e caracterização de híbridos 2aminometilfenollofina, através da reação de aminação redutiva, variando o agente redutor. As moléculas sintetizadas foram purificadas por cromatografia em coluna e analisadas por Ressonância Magnética Nuclear de Hidrogênio e Carbono. Os produtos estão sendo disponibilizados para análise de atividade biológica de inibição das enzimas colinesterases no Departamento de Bioquímica – Instituto de Ciências Biológicas – UFRGS.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/134167
Arquivos Descrição Formato
000985331.pdf (1.132Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.