Repositório Digital

A- A A+

A recepção da antiguidade nas Inscripções e tradições da America prehistorica de Bernardo de Azevedo da Silva Ramos (1930-1939)

.

A recepção da antiguidade nas Inscripções e tradições da America prehistorica de Bernardo de Azevedo da Silva Ramos (1930-1939)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A recepção da antiguidade nas Inscripções e tradições da America prehistorica de Bernardo de Azevedo da Silva Ramos (1930-1939)
Autor Silva, Guilherme Dias da
Orientador Cezar, Temistocles Americo Correa
Data 2015
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em História.
Assunto Antiguidade clássica
Brasil
Ramos, Bernardo de Azevedo da Silva 1858-1931. Inscripções e tradições da America prehistorica
[en] Reception of classical antiquity in Brazil
Resumo Esta tese aborda o imaginário da ocupação pré-colombiana das Américas por parte das civilizações do Mediterrâneo antigo, nomeadamente grega e fenícia, tal como abordada nas Inscripções e Tradições da America Prehistorica, de Bernardo de Azevedo da Silva Ramos (1858-1931). As Inscripções, publicadas entre 1930-1939, são o resultado de décadas de pesquisa do autor sobre esta teoria, especulada no século XIX nos círculos da arqueologia brasileira, mas que por ocasião do fim do século caída em descrédito. Esta obra, publicada pela Imprensa Nacional com subsídios governamentais, é o último momento onde o imaginário da Antiguidade brasileira ainda encontrou algum respaldo institucional, passando a partir daí a persistir apenas em meios pseudohistóricos e pseudocientíficos, entre outros. Concluiu-se que a argumentação das Inscripções é marcada por um discurso de resignificação do território nacional e seus monumentos, e constituía uma tentativa de valorização do passado nacional através da vinculação com as culturas da Antiguidade.
Abstract This thesis deals with the imagery of pre-Columbian colonization of the Americas by the ancient Mediterranean civilizations, such as Greek and Phoenician, as seen on the work Inscripções e Tradições da America Prehistorica, (Inscriptions and Traditions of Prehistoric America) de Bernardo de Azevedo da Silva Ramos (1858-1931). That work, published between 1930-1939, was the result of decades of research on that theory, which was entertained by some circles of Brazilian archaeology on the 19th century but later discredited. The Inscripções, published by the Imprensa Nacional (National Press) with governmental funding, is the last moment in which the imagery of Brazilian Antiquity still found some institutional support, later belonging only to pseudohistorical and pseudoscientifical speculation. It was concluded that the argumentation of the Inscripções consists of a strong discourse of reinterpretation of the country and its monuments, and that it attempted to enhance the national past by linking it with the cultures of Classical Antiquity.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/134299
Arquivos Descrição Formato
000987878.pdf (8.159Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.