Repositório Digital

A- A A+

An ontology-driven evidence theory method for activity recognition

.

An ontology-driven evidence theory method for activity recognition

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título An ontology-driven evidence theory method for activity recognition
Outro título Uma abordagem baseada em ontologias e teoria da evidência para o reconhecimento de atividades
Autor Rey, Vítor Fortes
Orientador Silva Junior, Edson Prestes e
Data 2016
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Informática. Programa de Pós-Graduação em Computação.
Assunto Engenharia : Software
Ontologias
[en] Activity modelling
[en] Activity recognition
[en] Dempster–shafer theory
[en] Evidence theory
[en] Ontology
[en] Smart home
Abstract Activity recognition is a vital need in the field of ambient intelligence. It is essential for many internet of things applications including energy management, healthcare systems and home automation. But, even with the many cheap mobile sensors envisioned by the internet of things, activity recognition remains a hard problem. This is due to uncertainty in sensor readings and the complexity of activities themselves. Evidence theory models provide activity recognition even in the presence of uncertain sensor readings, but cannot yet model complex activities or dynamic changes in sensor and environment configurations. This work proposes combining knowledge-based approaches with evidence theory, improving the construction of evidence theory models for activity recognition by bringing reusability, flexibility and rich semantics.
Resumo O reconhecimento de atividaes é vital no contexto dos ambientes inteligentes. Mesmo com a facilidade de acesso a sensores móveis baratos, reconhecer atividades continua sendo um problema difícil devido à incerteza nas leituras dos sensores e à complexidade das atividades. A teoria da evidência provê um modelo de reconhecimento de atividades que detecta atividades mesmo na presença de incerteza nas leituras dos sensores, mas ainda não é capaz de modelar atividades complexas ou mudanças na configuração dos sensores ou do ambiente. Este trabalho propõe combinar abordagens baseadas em modelagem de conhecimento com a teoria da evidência, melhorando assim a construção dos modelos da última trazendo a reusabilidade, flexibilidade e semântica rica da primeira.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/134325
Arquivos Descrição Formato
000988406.pdf (4.126Mb) Texto completo (inglês) Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.