Repositório Digital

A- A A+

O movimento cooperativista de Bento Gonçalves - RS : trajetórias e perspectivas da produção habitacional autogestionária

.

O movimento cooperativista de Bento Gonçalves - RS : trajetórias e perspectivas da produção habitacional autogestionária

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O movimento cooperativista de Bento Gonçalves - RS : trajetórias e perspectivas da produção habitacional autogestionária
Autor Friedrich, Clarissa do Nascimento
Orientador Rovati, João Farias
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Arquitetura. Programa de Pós-Graduação em Planejamento Urbano e Regional.
Assunto Autogestão
Bento Gonçalves (RS)
Cooperativismo
Habitacao popular
[en] Cooperatives
[en] Housing production
[en] Self-management
[en] Social habitation
Resumo Esta dissertação analisa um movimento de cooperativas habitacionais, iniciado na década de 1990, no município de Bento Gonçalves, região Nordeste do Rio Grande do Sul. Esse movimento não contou com o acesso aos atuais programas de financiamento voltados para a autogestão, forjando formas próprias de produção de moradias, dentre elas a formação de uma rede de cooperação. Traçar o histórico deste processo, bem como compreender as motivações que impulsionaram seus atores, as formas pelas quais foram articuladas e organizadas as cooperativas, os meios de obtenção de recursos financeiros para viabilizar as obras e a sua relação com as diferentes instâncias e agentes governamentais, são algumas das questões centrais que a pesquisa procurou responder. Contudo, implícita a estes tópicos e em cada indagação proposta encontra-se o questionamento sobre as possibilidades reais destas experiências em gerar novas formas de morar, contribuindo para a transformação do ideal de moradia para além da mercadoria. Assim, apesar do enfoque pontual, nossa problemática se pretende mais ampla, isto é, articulando-se ao arcabouço de experiências de produção habitacional que vem sendo colocadas em prática no contexto brasileiro alternativas ao modelo mercantil.
Abstract This dissertation analyzes a movement of housing cooperatives, which began in the 1990s in the city of Bento Gonçalves, northeastern Rio Grande do Sul region. This movement not had access to current financing programs for self-management, forging forms of production houses, among them the formation of a network of cooperation. Tracing the history of this process and understand the motivations that drove his actors, the ways in which cooperatives were articulated and organized, the means of obtaining financial resources to enable the work and its relationship with the various departments and government agencies, are some of the core issues that the research sought to answer. However, implicit in these topics and question each proposal lies the question about the real possibilities of these experiments to generate new forms of living, contributing to the transformation of the ideal dwelling beyond the merchandise. Thus, despite the timely focus, our problem is to be broader, that is, articulating the framework for housing production experience that has been put in place in the Brazilian context alternatives to the trading model.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/134421
Arquivos Descrição Formato
000983992.pdf (3.690Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.