Repositório Digital

A- A A+

Implicações do otimismo, autoestima e suporte social percebido na qualidade de vida de mulheres com câncer de mama

.

Implicações do otimismo, autoestima e suporte social percebido na qualidade de vida de mulheres com câncer de mama

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Implicações do otimismo, autoestima e suporte social percebido na qualidade de vida de mulheres com câncer de mama
Autor Bastianello, Micheline Roat
Orientador Hutz, Claudio Simon
Data 2015
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Programa de Pós-Graduação em Psicologia.
Assunto Apoio social
Autoestima
Neoplasias mamárias
Otimismo
Qualidade de vida
Testes psicológicos
Validade do teste
[en] Optimism
[en] Perceived social support
[en] Quality of life
[en] Self-esteem
[en] Women breast cancer
Resumo O objetivo da presente tese foi examinar como otimismo, autoestima e suporte social relacionam-se para predizer qualidade de vida em mulheres com CA de mama. Para tanto o trabalho foi dividido em três estudos. O primeiro estudo caracterizou-se por uma revisão sistemática da literatura científica sobre as relações entre otimismo e suporte social em mulheres com câncer de mama a partir da perspectiva da psicologia positiva. Como resultados observou-se que a produção científica sobre a temática estudada ainda é pouca e apresenta um crescimento lento. Os resultados sugerem que as mulheres com maior otimismo e suporte social tendem a se envolver em comportamentos mais saudáveis, contribuindo para melhor qualidade de vida. O segundo estudo teve como objetivo validar e adaptar a escala de suporte social percebido (2-WAY SSS). A dimensionalidade da escala, suas características psicométricas e evidências de validade foram verificadas. O terceiro e, último estudo, testou dois modelos: 1) Modelo de moderação – no qual otimismo, autoestima e suporte social percebido interagem e afetam a qualidade de vida; 2) Modelo de mediação – no qual foram observados os efeitos diretos e indiretos do otimismo na qualidade de vida, tendo como variáveis mediadoras autoestima e suporte social percebido. Os resultados demonstraram que os dados do estudo foram mais consistentes com o modelo de mediação, ou seja, autoestima e suporte social funcionam como mediadores do otimismo para a qualidade de vida. Conclui-se que as implicações desses resultados podem ter um impacto significativo sobre como as mulheres acometidas de câncer de mama vivenciam as diferentes etapas da doença, desde seu diagnóstico até a remissão total ou parcial.
Abstract The aim of this thesis was to examine how optimism, self-esteem and social support are related to predict quality of life in women with breast cancer. Therefore the work was divided into three studies. The first study was characterized by a systematic review of the scientific literature about the relationship between optimism and social support in women with breast cancer from the positive psychology perspective. The results showed that the scientific literature on the subject studied is still scarce and shows a slow growth. The results suggest that women with greater optimism and social support tend to engage in healthier behaviors, contributing to better quality of life. The second study was the adaptation and validation of a scale to assess the perceived social support. The psychometric characteristics, internal consistency and convergent and predictive validity were tested and the instrument is ready for use with the Brazilian population. The last study tested two models: 1) Moderation model - in which optimism, self-esteem and perceived social support interact and affect the quality of life; 2) Mediation model – were observed the direct and indirect effects of optimism on quality of life, with the mediating variables self-esteem and perceived social support.. In general, the data from the current study were more consistent with the mediation model. In other words self-esteem and social support act as mediators of optimism for the quality of life. We conclude that the implications of these results may have a significant impact on how breast cancer affects women´s experiences in the different stages of the disease, from diagnosis to the total or partial remission.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/134589
Arquivos Descrição Formato
000987482.pdf (1.728Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.