Repositório Digital

A- A A+

Castração e descorna/amochamento em bovinos de corte : revisão sistemática e meta-análise

.

Castração e descorna/amochamento em bovinos de corte : revisão sistemática e meta-análise

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Castração e descorna/amochamento em bovinos de corte : revisão sistemática e meta-análise
Outro título Castration and dehorning/disbudding in beef cattle : a systematic review-meta-analysis approach
Autor Canozzi, Maria Eugênia Andrighetto
Orientador Barcellos, Julio Otavio Jardim
Data 2015
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Bem-estar animal
Bovino de corte
Castração
Descorna
[en] Animal welfare
[en] Cortisol
[en] Pain
[en] Performance
[en] Vocalization
Resumo Castração, descorna e amochamento são práticas de manejo dolorosas, mas realizadas em bovinos de corte. Resultados experimentais sugerem que a dor pode ser reduzida. Contudo, as evidências são contraditórias. Objetivou-se avaliar o efeito desses três procedimentos em indicadores de bem-estar em bovinos de corte com o uso da revisão sistemática e meta-análise (MA). A pesquisa foi realizada em cinco bases de dados eletrônicas e em anais de congressos, além do contato eletrônico com pesquisadores da área. O principal critério de inclusão foram estudos completos ou não randomizados em bovinos de corte com até um ano de idade, submetidos ou a castração ou a descorna ou ao amochamento, que avaliassem concentração de cortisol e/ou ganho médio diário de peso (GMD) e/ou vocalização. Foi realizada MA para efeitos randomizados para cada procedimento e indicador separadamente com as médias dos grupos controle e tratado. Não foram obtidos dados para a realização da MA sobre amochamento. Um total de 23 estudos, representando 156 ensaios e 1.617 animais foram incluídos na MA para castração; na MA para descorna foram setes estudos, 169 ensaios e 287 animais. Observou-se heterogeneidade entre os estudos para os três indicadores avaliados. Independente do grupo controle, não houve efeito significativo no nível de cortisol em animais castrados sem uso de anestésico ou analgésico. O GMD foi superior para animais castrados de forma cirúrgica (P=0.010; MD=0.231 g/dia) e não cirúrgica (P=0.002; MD=0.883 g/dia) em relação aos não castrados. Nos animais não descornados, a concentração de cortisol foi inferior em 0.767 e 0.680 nmol/L, 30 (P=0.000) e 120 min (P=0.023) pós-intervenção, respectivamente, em relação aos descornados por amputação. A anestesia local reduziu os níveis de cortisol 30 min após a descorna mecânica. Animais não descornados tenderam a vocalizar menos (P=0.081; MD=-0.929) que os descornados. Foi observado viés de publicação (cortisol na castração e GMD na descorna), indicando que estudos com amostras pequenas e não significativos são menos propensos a serem publicados que estudos similares e significativos. Ficou evidente a necessidade de pesquisas sobre estratégias para minimizar o estresse e a dor experimentada pelos bovinos durante e após a castração e a descorna, além da busca por indicadores comportamentais e fisiológicos menos invasivos.
Abstract Castration, dehorning and disbudding are painful practices, although conducted in beef cattle. Despite researches suggest that pain can be reduced, the evidences are not conclusive. We aimed to assess the effects of those three procedures in beef cattle on welfare indicators by systematic review-meta-analysis (MA) approach. We searched on five electronic databases and conference proceedings, as well as we electronically contacted experts. The main inclusion criteria were complete and non-randomized studies using beef cattle until one year of age, undergoing castration or dehorning or disbudding that reported cortisol concentration or average daily weight gain (ADG) or vocalization as the outcome. Random effect MA was conducted for each procedure and indicator separately with the mean of control and treated group. There are no data available to analyse dibudding using MA procedure. A total 23 studies, with 156 trials and 1,617 animals was included in the MA for castration; MA for dehorning included seven studies, 69 trials and 287 animals. Significant heterogeneity between studies was observed for all evaluated outcome. Regardless the control group, there was no significant changes on cortisol when castration was performed without anaesthetic or analgesic cover. The ADG showed an increase of 0.883 g/day and 0.231 g/day for non-surgical (P=0.002) and surgical castration (P=0.010), respectively, compared a non-castrated group. Non-dehorned animals showed lower cortisol concentration of 0.767 and 0.680 nmol/L, 30 (P=0.000) and 120 (P=0.023) min after intervention, respectively, when compared with amputation dehorning group. Local anaesthesia reduced increases in cortisol concentration 30 min after dehorned by amputation. Non-dehorned cattle had a marginal significant (P=0.081; MD=-0.929) decrease in the number of vocalization than in dehorned by amputation. Publication bias was observed (cortisol in castration analysis; ADG in dehorning analysis), indicating that small size studies reporting non-significant results were less likely to be published than similar studies that found a significant effect. Researches about effective strategies to alleviate the stress and pain experienced by castrated and dehorned cattle are necessary, as well as validate less invasive physiological measures and behavioural indicators.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/134668
Arquivos Descrição Formato
000987670.pdf (3.172Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.