Repositório Digital

A- A A+

Palavras em ação, pra frente Brasil: análise de cinco slogans governamentais da ditadura militar brasileira (1964-1985)

.

Palavras em ação, pra frente Brasil: análise de cinco slogans governamentais da ditadura militar brasileira (1964-1985)

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Palavras em ação, pra frente Brasil: análise de cinco slogans governamentais da ditadura militar brasileira (1964-1985)
Autor Santin, Emerson Puhl
Orientador Machado, Maria Berenice da Costa
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Curso de Comunicação Social: Habilitação em Propaganda e Publicidade.
Assunto Ditadura militar : Brasil
Semiótica
Slogan
[en] Dictadura militar
[en] Eslogan
[en] Historia
Resumo Esta monografia tem como tema central a comunicação durante a ditadura brasileira (1964-1985). O objeto de estudo são cinco slogans governamentais, selecionados de acordo com o momento político e social no qual foram empregados. A análise contempla princípios da semiótica peirceana e trabalha o conteúdo dos slogans em três níveis: o semântico que contextualiza a formação estrutural das frases e dos elementos gráficos que, algumas vezes, compõem o material; o histórico e documental ligam-se com as modificações oriundas das ações governamentais nas áreas econômica, social e política; e, por fim, o abstrato, que contextualiza a repercussão dos slogans nos seus sentidos conotado e denotado. Busca-se, através do conhecimento desses três níveis, refletir sobre os slogans e a comunicação dos governos ditatoriais. O estudo está fundamentado nos seguintes autores: FAUSTO (2008), FICO (1997), IASBECK (2002; 2005), LOPEZ (1997) e REBOUL (1975); seus conceitos possibilitam a revisão de particularidades do período e a ligação que fazemos com os esforços de comunicação dos governos, sintetizados pelos slogans. Esta pesquisa tem relevância pois faz revisão da história e da comunicação governamental nos 21 anos que marcaram a última ditadura militar brasileira.
Resumen Esa monografía (trabajo de fin de grado) se centra en la comunicación durante la dictadura brasileña (1964-1985). El objeto de estudio son cinco eslogans gubernamentales, seleccionados de acuerdo con el momento político y social en el que se emplearon. El análisis incluye los principios de la semiótica de Peirce y trabaja con el contenido de los lemas en tres niveles: el semántico que contextualiza la formación estructural de las frases y de los elementos gráficos que, por veces, constituen el material; el histórico y el documental, los quales se conectan con las transformaciones que derivan de las acciones del gobierno en la vida económica, social y política; y por fin, lo abstracto, que contextualiza el impacto de los eslogans en sus sentidos de connotado y denotado. El objetivo es, a través del conocimiento de estos tres niveles, reflexionar acerca de las consignas y la comunicación de los gobiernos dictatoriales. El estudio se basa en los siguientes autores: FAUSTO (2008), FICO (1997), IASBECK (2002; 2005), López (1997) y REBOUL (1975); sus conceptos permiten analisar las particularidades de eso período y la conexión que hacemos con los esfuerzos de comunicación de los gobiernos, sintetizadas en los eslogans. Esta investigación es pertinente porque hace la revisión de la historia y de la comunicación del gobierno en los 21 años que marcó la última dictadura militar brasileña.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/135412
Arquivos Descrição Formato
000987844.pdf (1.642Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.