Repositório Digital

A- A A+

Intersetorialidade em saúde mental : uma revisão integrativa

.

Intersetorialidade em saúde mental : uma revisão integrativa

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Intersetorialidade em saúde mental : uma revisão integrativa
Autor Silva, Luzia Michelon e
Orientador Olschowsky, Agnes
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Curso de Enfermagem.
Assunto Determinantes sociais da saúde
Integralidade em saúde
Saúde mental
[en] Integrality in health
[en] Intersectoral action
[en] Mental health
[en] Social determinants of health
Resumo A natureza transversal das questões de saúde mental requer uma atenção integral, através de ações que envolvam diferentes setores da sociedade e do governo para além do setor saúde. Assim, a intersetorialidade desponta como alicerce para a integralidade das ações em saúde mental. O objetivo do presente estudo é identificar na literatura científica as ações intersetoriais desenvolvidas na saúde mental. Realizamos uma revisão integrativa com busca nas bases de dados LILACS e MEDLINE por publicações compreendidas entre janeiro de 2005 e agosto de 2015. Foram encontradas 1027 publicações, das quais 28 atenderam aos critérios de inclusão. Na análise dos dados, evidenciamos ações intersetoriais que foram categorizadas em: intervenções na escola/instituição de ensino; ações educativas; parcerias com ONGs; fóruns de discussões; subsídios sociais; ações de inclusão no trabalho; intervenções na comunidade; intervenção domiciliar; acolhimento das instituições religiosas; e lazer. O estudo evidenciou que ações intersetoriais podem fortalecer a inclusão social, facilitando o acesso a serviços, a adesão por parte dos usuários, a inserção econômica, a descentralização do cuidado, o sentido de valorização e pertença social, a sensibilização da comunidade e a desmitificação da loucura. Os resultados apontam para a necessidade de uma cultura de comunicação entre setores do governo e da sociedade em busca de assistência integral à saúde mental. É fundamental que o setor saúde assuma o papel de articulador e facilitador de ações intersetoriais em saúde mental, a fim de abordar os determinantes sociais da saúde, a transversalidade das questões de saúde mental, e a consequente necessidade de envolvimento de partes interessadas para além de um único olhar/modo de produção de saúde.
Abstract The cross-cutting nature of mental health issues demands a comprehensive care through actions involving different sectors of society and government besides the health sector. Thus, the intersectoral approach emerges as a foundation for integrated care in mental health. The aim of this study is to identify in scientific literature intersectoral actions developed in the mental health field. We conducted an integrative review by searching LILACS and MEDLINE databases for publications issued between January 2005 and August 2015. We have found 1027 publications, 28 of which met the inclusion criteria. When analyzing the data, we evidenced intersectoral actions that were categorized as: interventions in school/educational institution; educational activities; partnerships with NGOs; discussion forums; social benefits; inclusive actions at work; interventions in the community; home interaction; religious institutions care; and leisure. The study shows that intersectoral actions can strengthen social inclusion, facilitating access to services, adhesion by users, economic integration, decentralization of care, sense of social value and belonging, community awareness and demystification of insanity. The results point to the need for a praxis of communication between sectors of the government and society in search of a global mental health care. It is essential for the health sector to assume the role as articulator and facilitator of intersectoral action in mental health in order to address the social determinants of health, the cross-cutting nature of mental health issues, and the consequent need for involvement of stakeholders beyond a single perspective/way of producing health.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/135465
Arquivos Descrição Formato
000987479.pdf (332.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.