Repositório Digital

A- A A+

Vacina contra o papilomavírus humano (HPV) : informações veiculadas nos vídeos publicados no youtube

.

Vacina contra o papilomavírus humano (HPV) : informações veiculadas nos vídeos publicados no youtube

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Vacina contra o papilomavírus humano (HPV) : informações veiculadas nos vídeos publicados no youtube
Autor Hessel, Fernanda Bardini da Silva
Orientador Cogo, Ana Luisa Petersen
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Curso de Enfermagem.
Assunto Programas de imunização
Saúde do adolescente
Vacinas contra papillomavirus
YouTube (Site)
[en] Adolescent health
[en] Immunization programs
[en] Nursing
[en] Papillomavirus vaccines
Resumo O objetivo do presente estudo foi identificar as informações sobre a vacina contra o papilomavírus humano (HPV) veiculadas nos vídeos selecionados no YouTube. Trata-se de uma pesquisa exploratória-descritiva retrospectiva com abordagem qualitativa realizada com a caracterização de vídeos disponibilizados no YouTube. A amostra foi composta por 17 vídeos que contemplaram os critérios de inclusão: publicação no período de 01 de janeiro de 2015 a 30 de junho de 2015, apenas produzidos no Brasil, autoria de pessoa física e que deixaram explícito se são contra ou a favor a vacina do HPV expressando as razões para tal opinião. A coleta dos dados iniciou com a captura dos vídeos em um único dia do mês de agosto de 2015. Os dados coletados, em instrumento elaborado pela pesquisadora, foram a caracterização dos vídeos e a “cena-chave” dizendo se eram favoráveis ou desfavoráveis à vacinação do HPV. Os dados de caracterização foram analisados pela estatística descritiva e os argumentos pela análise de conversação. Foram 12 (70,5%) vídeos favoráveis à realização da vacina com o argumento principal de que protegia contra o câncer do colo do útero e cinco (29,4%) desfavoráveis à vacina com argumentos baseados em questões morais e de gênero. Identificou-se deficiência no conhecimento sobre doenças sexualmente transmissíveis por parte da população, bem como falta de conhecimento sobre a transmissão e a proteção contra o HPV e sua relação com o câncer do colo do útero. Constatou-se que o vídeo é uma mídia com linguagem acessível e inclusiva para as pessoas independente de suas faixas etárias ou classes sociais. Logo, a população empodera-se produzindo e compartilhando conteúdos, influenciando na formação de ideias e opiniões constituindo-se em fortes atores sociais.
Abstract The aim of this study was to identify the information about the vaccine against human papillomavirus (HPV) transmitted on the selected YouTube videos. It is a retrospective exploratory and descriptive research with a qualitative approach carried out with the characterization of videos available on YouTube. The sample consisted of 17 videos that contemplated the inclusion criteria: published in the period from January 1, 2015 to June 30, 2015, only produced in Brazil, individual authorship and left explicit whether they are for or against the HPV vaccine expressing the reasons for this opinion. Data collection began with the capture of videos in a single day of August 2015. The data collected in instrument developed by the researcher were to characterize the videos and the "scene" key saying whether they were favorable or unfavorable to HPV vaccination. Characterization data were analyzed using descriptive statistics and arguments for conversation analysis. There were 12 (70.5%) videos conducive to the realization of the vaccine with the main argument that protect against cervical cancer and five (29.4%) unfavorable to the vaccine with arguments based on moral issues and gender. It was identified lack of knowledge about sexually transmitted diseases among the population, as well as lack of knowledge about the transmission and protection against HPV and its relationship to cervical cancer. It was found that the video is a media accessible and inclusive language for people regardless of their age or social classes. Soon, people empower themselves producing and sharing content, influencing the formation of ideas and opinions constituting a strong social actors.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/135482
Arquivos Descrição Formato
000987114.pdf (1.279Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.