Repositório Digital

A- A A+

Conhecimento dos enfermeiros de unidades de terapia intensiva adulto sobre as reações transfusionais

.

Conhecimento dos enfermeiros de unidades de terapia intensiva adulto sobre as reações transfusionais

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Conhecimento dos enfermeiros de unidades de terapia intensiva adulto sobre as reações transfusionais
Autor Conceição, Georgia Maria Neves da
Orientador Karl, Ivana de Souza
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Curso de Enfermagem.
Assunto Cuidados de enfermagem
Papel do profissional de enfermagem
Transfusão de sangue
Unidades de terapia intensiva
Resumo Introdução: A hemoterapia consiste no tratamento de patologias através da transfusão de partes especificas do sangue e deve ser realizada apenas por profissionais preparados e capacitados para exercerem essa atividade. As reações transfusionais são todas as intercorrências que ocorram como consequência da transfusão sanguínea e apesar de algumas reações serem inevitáveis, a maioria das reações transfusionais fatais são atribuídas ao erro humano. Assim, a atuação competente e segura do enfermeiro é essencial para a terapia transfusional, prevenindo as possíveis complicações e reações transfusionais. Objetivo: Verificar o conhecimento dos enfermeiros de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) adulto sobre reações transfusionais. Método: Estudo descritivo de abordagem quantitativa, realizado em um hospital universitário de Porto Alegre, entre os meses de setembro e outubro de 2015. Os dados foram coletados através de um questionário fechado aplicado nos enfermeiros que trabalhavam nas UTIs 1, 2 e 3 desta instituição, e analisados no banco de dados SPSS versão 23.0. Resultados: Os dados evidenciaram uma predominância de profissionais do sexo feminino (92,9%), pós-graduadas (85,7%), na faixa etária entre 31 e 35 anos (39,3%). Quanto ao processo transfusional, 89,3% dos enfermeiros afirmaram já ter participado, entretanto, os profissionais pesquisados apresentaram conhecimento deficitário sobre o processo transfusional e as suas reações adversas. Conclusão: Os enfermeiros apresentavam um déficit nos conhecimentos sobre as reações transfusionais, evidenciando dificuldades em alguns pontos do processo transfusional que remetem à segurança do paciente.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/135489
Arquivos Descrição Formato
000987141.pdf (921.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.