Repositório Digital

A- A A+

A escolha de curso superior dos vestibulandos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul : um estudo quantitativo com utilização de análise de correspondência múltipla

.

A escolha de curso superior dos vestibulandos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul : um estudo quantitativo com utilização de análise de correspondência múltipla

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A escolha de curso superior dos vestibulandos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul : um estudo quantitativo com utilização de análise de correspondência múltipla
Autor Knop, Márcia Nascimento Henriques
Orientador Corrêa, Maíra Baumgarten
Data 2008
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Programa de Pós-Graduação em Sociologia.
Assunto Capital cultural
Ensino superior
Sociologia da educação
Vestibular
[en] Choices of degree
[en] Economic, cultural and academic capital
[en] Higher education
[en] Multiple correspondence analysis
Resumo Esta dissertação centrou-se sobre a questão: De que modo o volume de capitais econômico, cultural e escolar dos vestibulandos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul influencia suas escolhas de curso de graduação. Para responder tal pergunta foi realizado um estudo quantitativo, utilizando o software SPSS versão 13.0. Foi selecionada uma amostra de 21 cursos de graduação do vestibular da UFRGS 2007. O modelo estatístico é formado por 8 variáveis explicativas relacionadas aos capitais econômico, cultural e escolar dos vestibulandos da UFRGS. A hipótese principal da dissertação afirma que os candidatos com alto volume de capitais econômico, cultural e escolar tendem a escolher os cursos de maior prestígio, mais concorridos e que dão acesso a profissões melhor remuneradas; e candidatos com baixo volume de capitais tendem a se inscrever, ao contrário, nos cursos menos prestigiados, menos concorridos e que formam para as profissões consideradas menos rentáveis. A hipótese acessória aponta a existência de um outro fator que exerce influência na escolha do curso superior que é a estrutura e a política institucionais. Os resultados empíricos apontaram para a confirmação das duas hipóteses. Há uma relação estatisticamente comprovada entre o volume de capitais do indivíduo e a escolha do curso de graduação. No entanto, no momento da escolha está também presente o aspecto institucional, ou seja, os incentivos e constrangimentos gerados pela instituição, e sua política referente, neste caso, ao acesso e inclusão de indivíduos com origens sociais distintas. Assim, a dissertação mostrou, por exemplo, que os cursos de Direito e Administração, considerados de alto prestígio, apresentam um perfil de candidato diferente a depender do turno em que é oferecido. O turno noturno atrai candidatos cujo volume de capitais econômico, cultural e escolar é mais baixo quando comparado ao seu equivalente diurno. Deste modo, é possível afirmar que além da influência do volume de capitais econômico, cultural e escolar, há um aspecto referente à estrutura e política institucionais que também interfere na escolha do curso de graduação.
Abstract This thesis has a central question: How the economic, cultural and academic capital of university applicants from Federal University of Rio Grande do Sul affects their choices of higher education degrees. To answer that question we made a quantitative analysis relying on the software SPSS 13.0. The research selected a sample of 21 degrees of Federal University of Rio Grande do Sul. The statistical model has 8 independent variables to account for the applicants’ economic, cultural and academic capital. The main hypothesis is that applicants with a high level of economic, cultural and academic capital tend to choose the most disputed and prestigious degrees whereas applicants with a low level of capital are more likely to choose the less disputed and prestigious degrees. The second hypothesis is that there is an additional factor that has an impact on applicants’ choice of a higher education course, relative to the institutional dimension. The results confirm both hypotheses. There is a statistical correlation between the volume of economic, cultural and academic capital possessed by individuals and the choice of more prestigious degrees. However the institutional dimension is also present. For instance the study shows that Law and Administration degrees both attract different applicant profiles depending on whether classes are offered mainly at night or during daytimes. Night classes attract applicants with a lower volume of economic, cultural and academic capital as compared to applicants that choose to attend daytime classes. Therefore we can say that besides the influence of economic, cultural and academic capital there is an institutional dimension that also interferes with applicants’ choices.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/13560
Arquivos Descrição Formato
000642306.pdf (796.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.