Repositório Digital

A- A A+

Impacto do corte das macrófitas aquáticas Schoenoplectus californicus e Typha domingensis sobre a fauna de macroinvertebrados : subsídios para o extrativismo sustentável

.

Impacto do corte das macrófitas aquáticas Schoenoplectus californicus e Typha domingensis sobre a fauna de macroinvertebrados : subsídios para o extrativismo sustentável

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Impacto do corte das macrófitas aquáticas Schoenoplectus californicus e Typha domingensis sobre a fauna de macroinvertebrados : subsídios para o extrativismo sustentável
Autor Silveira, Thiago Cesar Lima
Orientador Würdig, Norma Luiza
Co-orientador Rodrigues, Gilberto Gonçalves
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Programa de Pós-Graduação em Biologia Animal.
Assunto Bioindicadores
Extrativismo vegetal
Macroinvertebrados
Maquiné, Rio, Bacia (RS)
Schoenoplectus californicus
Typha domingensis
Resumo Este estudo foi conduzido em um banhado palustre dominado por Typha domingensis na várzea do rio Maquine e na beira da lagoa dos Quadros, colonizada do Schoenoplectus californicus. Ambos os locais estão situados bacia hidrográfica do rio Maquiné, Planície costeira do Rio Grande do Sul, Sul do Brasil. Nestes locais são coletados rametes destas macrófitas como matéria prima para a confecção de artesanato, tendo importância econômica para as famílias da região. Áreas de banhado e beiras de lagoas são consideradas áreas de proteção permanente, tendo seu uso restrito. A pesquisa foi conduzida com o objetivo de se avaliar a resposta da fauna de macroinvertebrados frente ao corte destas macrófitas aquáticas em um experimento de campo e a regeneração vegetal. Os resultados apontam para uma fraca resposta da fauna de macroinvertebrados frente ao distúrbio de corte. As características do distúrbio de corte realizado como a intensidade, freqüência e escala podem não ter sido suficientes para causar uma mudança perceptível. A rápida regeneração vegetal pode ter possibilitado a fraca resposta dos macroinvertebrados. Além disso, é discutido que variáveis ambientais foram importantes durante a condução dos experimentos.
Abstract This study was executed in a wetland, dominated by Typha domingensis at the Maquine river mouth and in a shore colonized by Schoenoplectus californicus at the Quadros’ lake. Both places are located at the Maquiné river basin, on Rio Grande do Sul coastal plain, southern Brazil. Macrophyte branches are used in those places as raw material for craftworks, being an important income source for local people. Shallow lakes and lake shores are legally considered as natural protected areas and by so have restrictions on its use by humans. This research aimed to detect if the benthic macroinvertebrates respond to the macrophytes cut and to the vegetal regenaration in field experiments. Results indicate that benthic macroinvertebrates had a weak response to the cut disturbance event. Cut events characteritics such as intensity, frequency and scale of action may have not being strong sufficient to promote a noticeable change. Fast vegetal regeneration may have also acted promoting the weak benthic macroinvertebrates response to the disturbance event, corresponding to high system resilience.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/13584
Arquivos Descrição Formato
000620332.pdf (2.977Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.