Repositório Digital

A- A A+

Avaliação clínica, radiográfica e histológica da profundidade de lesões de cárie proximal em molares decíduos

.

Avaliação clínica, radiográfica e histológica da profundidade de lesões de cárie proximal em molares decíduos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação clínica, radiográfica e histológica da profundidade de lesões de cárie proximal em molares decíduos
Autor Braga, Camila Porto Alegre
Orientador Fontanella, Vania Regina Camargo
Data 2008
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Programa de Pós-Graduação em Odontologia.
Assunto Carie dentaria
Radiografia computadorizada
[en] Computer assisted
[en] Dental caries
[en] Image processing
[en] Radiography dental
Resumo Esta dissertação é apresentada sob a forma de dois artigos. O primeiro avaliou a profundidade de lesões de cárie proximal em molares decíduos, comparando os exames clínico, radiográfico e histológico. Para isso, 85 superfícies de dentes extraídos ou exfoliados tiveram suas faces proximais diagnosticadas clinicamente, foram montados em blocos de resina, cada um com quatro dentes, simulando contatos proximais e então radiografados pelo método convencional. As radiografias foram digitalizadas e submetidas a uma escala de cores de acordo com a densidade média dos pixels da dentina de cada face, realizando-se a análise visual de todas as imagens sem e com uso do filtro de cor. Para análise quantitativa foi medida a profundidade da lesão nas imagens radiográficas sem e com a aplicação da escala de cores. Após, foi realizado o exame histológico para determinar a profundidade das lesões e a presença ou ausência de cavidade. Houve correlação direta forte entre os escores histológico e radiográfico com uso de cores. Sem o uso de cores a correlação foi moderada. Os diagnósticos histológicos de ausência de lesão e lesões restritas ao esmalte estão localmente associados aos diagnósticos clínicos de ausência de lesão e lesão não cavitada. Os diagnósticos histológicos de lesão em dentina estão localmente associados aos diagnósticos clínicos de lesões cavitadas. As medidas obtidas pelo exame histológico foram significativamente maiores que as do exame radiográfico e quando um ou dois desvios-padrão foram subtraídos da média de densidade óptica para a aplicação de cores, as médias resultantes não diferiram significativamente daquela do exame histológico (F=86,83, p<0,001).Conclui-se que este método de aplicação de cores é capaz de identificar todas as lesões com profundidade na metade interna de dentina quando elas verdadeiramente apresentam essa extensão histológica, sendo necessárias pesquisas clínicas que suportem os resultados encontrados in vitro. O segundo artigo é um estudo clínico que avaliou a profundidade de lesões de cárie proximal em dentes decíduos, comparando os exames clínico e radiográfico interproximal, com e sem a aplicação de cores, à moldagem. No total, 81 superfícies de dentes molares tiveram suas faces proximais diagnosticadas clinicamente, após separação temporária dos dentes com elástico ortodôntico. Foi realizada a moldagem das superfícies proximais, seguida de radiografias interproximais, quando necessárias. As radiografias foram digitalizadas e submetidas a uma escala de cores de acordo com a densidade média dos pixels da dentina, realizando-se a análise visual de todas as imagens sem e com uso do filtro de cor. Os diagnósticos clínicos de ausência de lesão e lesão não cavitada estão localmente associados aos diagnósticos radiográficos de lesão restrita ao esmalte, independentemente do uso ou não de cor, assim como à ausência de cavidade constatada pela moldagem. Os diagnósticos clínicos de lesão cavitada estão localmente associados ao diagnóstico radiográfico de lesão em metade interna de dentina com uso de cor e à presença de cavidade observada na moldagem. As superfícies sem cavidade detectada pela moldagem estão localmente associadas aos diagnósticos radiográficos de lesão restrita ao esmalte, independentemente do uso ou não de cor. Os escores radiográficos (rank médio = 1,60) foram significativamente menores que os escores radiográficos com uso de cor na faixa da média, média -1 desvio-padrão e média -2 desvios-padrão (ranks médios 2,64, 2,88 e 2,88, respectivamente), os quais não diferiram entre si. Conclui-se que a aplicação de cores resulta em melhor desempenho da radiografia na identificação de lesões cavitadas.
Abstract This dissertation comprises two articles. In the first article, we assessed the depth of approximal carious lesions of deciduous molars, comparing clinical, radiographic and histological examinations. Eighty-five extracted or exfoliated teeth were selected for the study and their proximal adjacent surfaces were diagnosed clinically. For diagnosis, teeth were placed in resin blocks, each block had four teeth simulating proximal contact, and then radiographed by conventional method. Radiographs were digitized and submitted to color scale according to the mean pixel density on the dentin of each surface. Visual analysis of all images was performed with and without the use of color filter. For a quantitative analysis, lesion depth was measured on the radiographic images with and without application of color scale, followed by histological examination to determine lesion depth and presence or absence of cavitation. Strong direct correlation was found between the histological and radiographic scores with the use of color; without the use of color, correlation was moderate. Histological diagnoses of lesion absence and lesion restricted to the enamel were locally associated with clinical diagnoses of lesion absence and noncavitated lesion. Histological diagnoses of dentin lesion were locally associated with clinical diagnoses of noncavitated lesion. Measures obtained by histological examination were significantly higher compared to those obtained by radiographic examination and, when one or two standard deviations were subtracted from the mean optical density for application of color, resulting means did not significantly differ from the mean obtained in the histological examination (F=86.83; p<0.001). We concluded that this method of color application is capable of identifying deep-seated lesions in the internal-half of the dentin when they truly show that degree of histological extension; however, further investigations to support the results observed in vitro are necessary. The second article is a clinical study in which we assessed the depth of approximal carious lesions of deciduous teeth, comparing interproximal clinical and radiographic examinations, with and without color application, to molding. In total, 81 surfaces of molar teeth had their proximal adjacent surfaces diagnosed clinically, following temporary tooth separation using orthodontic elastomer. Proximal surfaces were molded, followed by interproximal radiography when necessary. Radiographs were digitized and submitted to color scale according to the mean pixel density on the dentin, all images being visually analyzed with and without the use of color filter. Clinical diagnoses of lesion absence and noncavitated lesion were locally associated with radiographic diagnoses of lesion restricted to the enamel, regardless of color use, as well as with absence of cavitation verified by molding. Clinical diagnoses of cavitated lesion were locally associated with radiographic diagnoses of lesion in the internal-half of the dentin using color and with the presence of cavitation observed in the molding. The surfaces with no cavitation detected by molding were locally associated with radiographic diagnoses of lesion restricted to the enamel, regardless of color use. Radiographic scores (mean rank = 1.60) were significantly lower than the radiographic scores obtained with the use of color in the mean range, mean -1 standard deviation and mean -2 standard deviations (mean ranks 2.64, 2.88 and 2.88, respectively), no difference being observed between each other. We concluded that application of color resulted in improved performance of radiography in identifying cavitated lesions.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/13679
Arquivos Descrição Formato
000652437.pdf (386.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.