Repositório Digital

A- A A+

Efeito da temperatura ambiental, do nível energético da dieta e do peso à desmama no desempenho e metabolismo de leitões recém-desmamados

.

Efeito da temperatura ambiental, do nível energético da dieta e do peso à desmama no desempenho e metabolismo de leitões recém-desmamados

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Efeito da temperatura ambiental, do nível energético da dieta e do peso à desmama no desempenho e metabolismo de leitões recém-desmamados
Outro título Effect of environmental temperature, dietary energy level and weanling weight on perfomance and metabolism of newly-weaned piglets
Autor Perales, Valentino Arnaiz
Orientador Ribeiro, Andrea Machado Leal
Co-orientador Kessler, Alexandre de Mello
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Zootecnia.
Assunto Desempenho animal
Produção animal
Suino : Aclimatacao
Suino : Dieta
Resumo Foram avaliados os efeitos de duas temperaturas ambientais (TA de 29±1,7oC e TA de 25±1,3oC), da EM da dieta (EMD) (3250, 3400, 3550 ou 3700 kcal EM/kg), e do peso à desmama (PD) (4,0±0,7 kg e 6,3±0,6kg) no desempenho, digestibilidade dos nutrientes, metabolizabilidade da energia bruta (MEB) e retenção de nitrogênio (CRN), em leitões desmamados entre 17 e 21 dias de idade. No período pré-inicial (PPI, 1-14 dias pós-desmame) foram utilizados 64 leitões de linhagem comercial Agroceres (32 machos e 32 fêmeas), alojados em dois animais/gaiola metabólica. No período inicial (PIN, 15-28 dias pós-desmame), permaneceram 32 machos (um animal/gaiola). Houve interação do PD e temperatura para GP no PPI: leitões leves e na TA de 25 oC apresentaram menor ganho de peso (P<0.10). No período total, a CA apresentou interação significativa entre PD e EMD (P<0,06), verificando-se melhor CA para leitões pesados em resposta à EMD. O PD afetou o desempenho (P<0,01): leitões leves apresentaram pior CA, menor GP e CR. A TA de 25 oC melhorou o GP (P<0,05) e CR (P<0,01). Os níveis de energia não foram significativos (P>0,10) para nenhum dos parâmetros de desempenho avaliados. No período total, a digestibilidade aparente da MS, PB, EB, GB, CRN e MEB responderam linearmente (P<0,00) à EMD. A TA de 25 oC piorou todos os parâmetros de metabolismo avaliados (P>0,10). Não houve influência do PD no metabolismo (P>0,10). O aumento da EM da dieta aumentou linearmente (P<0,00) o consumo de energia, a percentagem e a taxa de deposição diária de GB e EB da carcaça e do corpo vazio, sem afetar a taxa de deposição de proteína (P>0,10). Houve interação significativa (P<0,10) entre PD e EMD para produção diária de calor e eficiência energética. Os leitões mais pesados melhoraram estes parâmetros com o aumento da EM, enquanto os leves não responderam à EMD. Os leitões mais pesados e na TA de 25 oC retiveram mais nutrientes do que os leves ou em TA de 29 oC (P<0,05). A maior deposição de gordura corporal com o aumento da EMD pode ser benéfica para leitões no período de transição entre as fases de creche e crescimento.
Abstract It was evaluated the effect of environmental temperature ( ET, 29±1,7oC and 25±1,3oC),dietary ME level (DME) (3250,3400,3550 or 3700 Kcal of ME/kg) and weaning weight (WW) (4,0±0,7 kg and 6,3±0,6 kg) on 17 to 21 d-old newly–weaned piglets performance, digestibility of nutrients, gross energy metabolizability (GEM) and nitrogen retention (NR). Experiment was divided into two periods (PS-pre-starter, 1-14 days and SP- starter, 15-28 days after weaning). Sixty four hybrid piglets (32 males and 32 females) were allotted on 32 metabolic cages (2 animals/cage) during PS. At the beginning of SP, only the 32 male piglets were kept and individually housed in the same cages. There was significant interaction between WW and temperature on WG in PS: lighter piglets housed at 25 oC had less WG (P<0,10). In the total period, there was a significant effect (P<0,01) of WW on perfomance: lighter animals had worst feed;gain ratio and less WG and FI. Piglets allotted at 25 oC evidenced greater WG (P<0,05) and FI (P<0,01). There was no effect of DME on perfomance (P>0,10). On the other hand, apparent fecal DM, CP, GE and CF digestibility, NR and GEM were linearly improved (P<0,00) by increased DME.25 oC worsted all metabolism parameters (P>0,10).WW had no influence on metabolism (P>0,10). Increasing DME affected linearly (P<0,00) energy intake, carcass and body composition and daily crude fat and gross energy deposition rates on empty body, without affecting protein deposition rate (P>0,10).There was a significant interaction (P<0,10) between WW and DME on daily heat production and energy efficiency(retained energy/ME intake). Heavier piglets improved these parameters as ME concentration increased, while lighter piglets did not respond to DME. Piglets housed at 25 oC and heavier ones, retained more nutrients when compared to those housed on CE and weaned lighter (P<0,05). The greater fat deposition encountered in response to DME may be beneficial for piglets to make a better transition from nursery to growing phase.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/13762
Arquivos Descrição Formato
000644996.pdf (514.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.