Repositório Digital

A- A A+

Aptidão física relacionada à saúde e qualidade de vida em modelos do sexo feminino

.

Aptidão física relacionada à saúde e qualidade de vida em modelos do sexo feminino

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Aptidão física relacionada à saúde e qualidade de vida em modelos do sexo feminino
Autor Lisboa, Salime Donida Chedid
Orientador Kruel, Luiz Fernando Martins
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Curso de Educação Física: Bacharelado.
Assunto Atividade física
Qualidade de vida
[en] Exercise
[en] Health
[en] Models
[en] Quality of life
Resumo A profissão modelo utiliza-se da aparência para a representação de produtos e marcas, através de eventos. Para alguns indivíduos que estão inseridos nesse meio além de uma carreira profissional, ser modelo torna-se um estilo de vida, e a busca pelo status e possibilidades de trabalhos transformam-se em um sonho para milhares de crianças de adolescentes devido às vivências particulares da profissão. Para conquistar isso muitas meninas podem vir a modificar comportamentos físicos e alimentares que podem vir prejudiciais para a saúde. Sendo assim, o objetivo do presente estudo foi analisar os níveis de qualidade de vida e aptidão física relacionada à saúde em modelos femininos comparando-as com não modelos. O estudo foi realizado na academia Estação Saúde, Caxias do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil. Participaram da pesquisa, modelos do sexo feminino de passarela e comercias da agência Cast One Models de Caxias do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, de 15 a 25 anos e não modelos do sexo feminino estudantes de escolas públicas e privadas e universitárias de Caxias do Sul, Rio Grande do Sul, Brasil, sendo avaliada a qualidade de vida, os sintomas depressivos, a aptidão física relacionada à saúde e o nível de atividade física de todas as participantes. Os dados foram descritos pelos valores de média e desvio-padrão. Os resultados encontrados foram analisados pelos testes de Shapiro-Wilk e Levene para normalidade e homogeneidade respectivamente. Para comparação entre modelos e não modelos foi utilizado o teste t independente para as variáveis distribuídas normalmente e o teste U de Mann-Whitney para as variáveis distribuídas de forma não normal. Para a comparação entre variáveis categóricas, utilizou-se o teste exato de Fischer, adotando-se um nível de significância (α) de 0,05. Foi encontrada diferença no valor energético total entre o grupo modelo e não modelo (GM: 1509,78kcal; NM: 2292,51Kcal; p = 0,014). Não foi encontrada diferenças entre os grupos nas demais variáveis analisadas (p > 0,05). Como conclusão, a profissão modelo parece não interferir nas variáveis que compõem a aptidão física relacionada à saúde e a qualidade de vida.
Abstract The model profession uses the appearance for the representation of products and brands via events. For some individuals that are included in this medium, plus an laboral activity, modeling becomes a lifestyle, the search for the status and work opportunities turn a dream for a thousands of children and teenagers because the profession has particulars experiences. To win this, many girls change physical and eating behaviors are harmful to health. The objective of this study was to analyze the levels of quality of life and health-related physical fitness in female models comparing them with non-models. The study was conducted at the gym Estação Saúde, Caxias do Sul, Rio Grande do Sul, Brazil. Participated in the survey, female runway models and commercial models bokered in Cast Models One of Caxias do Sul, Rio Grande do Sul, Brazil, 15-25 years and female non-models students from public and private schools and university students in Caxias do Sul, Rio Grande do Sul, Brazil, the quality of life, depressive symptoms, health-related physical fitness and the level of all activities was assessed of all participants. The data described those values of Media and Standard Deviation. Results were analyzed for the Shapiro-Wilk and Levene tests, for normality and homogeneity respectively. For comparison between models and non-models was used t independent test for variables normally distributed and U Mann-Whitney test for not normally distributed variables. For a comparison between categorical variables, we used the Fischer's exact test, adopting a level of significance (α) of 0.05. It was found a significant difference in total energy between model group and non-model (GM: 1509,78kcal, NM: 2292,51Kcal; p = 0,014) There were no differences between groups in the others variables analyzed (p> 0.05). In conclusion the profession model seems not interfere in variables that make up the health-related physical fitness and quality of life.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/138231
Arquivos Descrição Formato
000989069.pdf (1.258Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.