Repositório Digital

A- A A+

Comparação de desempenho térmico de pré-escolas do programa proinfância nas diferentes zonas bioclimáticas brasileiras : estudo do projeto padrão tipo C e projeto conforme recomendações normativas de envoltória

.

Comparação de desempenho térmico de pré-escolas do programa proinfância nas diferentes zonas bioclimáticas brasileiras : estudo do projeto padrão tipo C e projeto conforme recomendações normativas de envoltória

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Comparação de desempenho térmico de pré-escolas do programa proinfância nas diferentes zonas bioclimáticas brasileiras : estudo do projeto padrão tipo C e projeto conforme recomendações normativas de envoltória
Autor Fonseca, Luiz Eduardo Di Braga da
Orientador Kirchheim, Ana Paula
Torres, Maurício Carvalho Ayres
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo Este trabalho versa sobre a comparação de desempenho térmico entre o Projeto original tipo C, do Programa Proinfância e o projeto com alterações na envoltória seguindo recomendações Normativas vigente para as oito Zonas Bioclimáticas brasileiras. As Normas utilizadas para o estudo foram as NBR 15.575 e 15.220, além do RTQ-C do PBE Edifica. As oito Zonas Bioclimáticas foram definidas conforme expõe a NBR 15.220-3, sendo que para cada zona utilizou-se uma cidade representativa. As cidades escolhidas para cada Zona Bioclimática, da primeira até a oitava, respectivamente foram: Curitiba, Santa Maria, Porto Alegre, Brasília, Niterói, Campo Grande, Teresina e Manaus. Os modelos geométricos foram criados com o Plug-in Open Studio para Sketchup e simulados com o Software Energy Plus, que atende padrões nacionais e internacionais para a simulação de desempenho térmico em edificações. Os critérios utilizados para avaliar os resultados foram os de mínimo, intermediário e superior dos dias típicos de inverno e verão segundo a NBR 15.575 e, também, os Graus-Hora de Aquecimento e Refrigeração para os dias típicos de inverno e verão. Com os resultados da pesquisa, verificou-se que o projeto de Referência obteve pelo menos nível de Desempenho mínimo em todas as zonas bioclimáticas brasileiras tanto no dia típico de verão quanto no dia típico de inverno. Já, o projeto com alterações sugeridas pelas Normativas conseguiu reduzir os Graus-Hora de Desconforto nos ambientes em praticamente todas as zonas, nos dias típicos de inverno e verão. Essa redução nos Graus-Hora de Desconforto chegou à 85% para o caso do dia típico de verão em Brasília.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/138296
Arquivos Descrição Formato
000989371.pdf (1.844Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.