Repositório Digital

A- A A+

Pavimentação da duplicação da BR 290 : alternativas de dimensionamento e análise de custos

.

Pavimentação da duplicação da BR 290 : alternativas de dimensionamento e análise de custos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Pavimentação da duplicação da BR 290 : alternativas de dimensionamento e análise de custos
Autor Martins, Fernando da Rosa
Orientador Nunez, Washington Peres
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo Visando a crescente necessidade de melhoria da qualidade das rodovias brasileiras, e com novos materiais estudados e empregados nos projetos de pavimentos rodoviários, buscou-se aprofundar mais o estudo de análise mecanística e deterioração de pavimentos. Assim, este trabalho tem enfoque na aplicação de brita graduada tratada com cimento (BGTC) na camada de base da Rodovia BR-290 com pavimento do tipo semi-rígido e invertido. Dois tipos de pavimento são estudados: o primeiro semi-rígido com 15 cm de concreto asfáltico, 30 cm de BGTC, 20 cm de brita graduada simples (BGS) e 20 cm de macadame; o segundo pavimento, invertido, com 23 cm de concreto asfáltico, 20 cm de BGS, 20 cm de BGTC e 20 cm de macadame. Nos dois pavimento, semi-rígido e invertido, a camada asfáltica foi feita em duas camadas, a camada superior com módulo de resiliência maior, e a camada inferior com módulo de resiliência menor, Com o uso do software EVERSTRESS 5.0 para as análises mecanísticas-empíricas, determinaram-se as respostas estruturais: deflexões, tensões e deformações nas camadas de concreto asfáltico, na BGTC e no subleito de cada pavimento estudado. O software fornece essas respostas e elas são comparadas com os valores admissíveis calculados através dos modelos de fadiga da República da África do Sul. As espessuras das camadas são alteradas até se encontrar as respostas estruturais menores que as admissíveis. Os critérios de dimensionamento são a fadiga (na BGTC e da camada asfáltica) e deformação permanente (na BGTC e no topo do subleito). Para o pavimento semi-rígido, que tem base cimentada, foi usada uma camada de geotêxtil, como aliviadora de tensões, para evitar reflexão de trincas no revestimento asfáltico. Por último foi feita uma análise de custos para construção de cada estrutura de pavimento estudada, baseada nos preços dos materiais de pavimentação.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/138311
Arquivos Descrição Formato
000989252.pdf (3.974Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.