Repositório Digital

A- A A+

Análise de esforços e armaduras em nós de pórticos de concreto armado

.

Análise de esforços e armaduras em nós de pórticos de concreto armado

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise de esforços e armaduras em nós de pórticos de concreto armado
Autor Cunha, Felipe Silveira Prates da
Orientador Pacheco, Alexandre Rodrigues
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo Este trabalho consiste em um estudo da distribuição dos esforços e do arranjo de armaduras em nós de pórticos de concreto armado, através do Método das Bielas e Tirantes. Na revisão bibliográfica, são descritas todas as particularidades e dificuldades construtivas que envolvem esta região da estrutura, os encontros de vigas e pilares. Após ser feita uma descrição completa do Método das Bielas e Tirantes, é definido o pórtico para o qual será feito o estudo. Para este pórtico é aplicado um carregamento, de maneira a simular as solicitações que um pórtico de um edifício real pode estar submetido. O carregamento é obtido através da consideração de cargas da estrutura e do vento previstas em norma. Este pórtico, então, é aplicado ao programa FTOOL, onde são obtidas as solicitações na estrutura. Aos quatro tipos de nós possíveis em um pórtico plano é aplicado o método bielas e tirantes, são eles: ligação viga de cobertura-pilar extremo, ligação viga intermediária-pilar extremo, ligação viga de cobertura-pilar intermediário e ligação viga intermediária-pilar intermediário. A partir do desenvolvimento de um modelo de bielas e tirantes, os quatro tipos de nós são modelados no programa CAST, onde é feito o desenho da região D em estudo, juntamente com a disposição das bielas e dos tirantes e da aplicação das solicitações que estrutura está submetida. Com isto, é obtida a distribuição dos esforços nas regiões em estudo. As tensões nas bielas, nos tirantes e nos nós são verificadas através de limites definidos em norma. O arranjo das armaduras nos quatro tipos de nós é, então, obtido a partir da compatibilização do modelo de bielas e tirantes adotado para cada caso.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/138322
Arquivos Descrição Formato
000989247.pdf (1.892Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.