Repositório Digital

A- A A+

Financimento de rodovias : viabilidade de implantação de praças de pedágio

.

Financimento de rodovias : viabilidade de implantação de praças de pedágio

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Financimento de rodovias : viabilidade de implantação de praças de pedágio
Outro título Financiamento de rodovias : viabilidade de implantação de praças de pedágio
Autor Conte, Tiane
Orientador Senna, Luiz Afonso dos Santos
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Curso de Engenharia Civil.
Assunto Engenharia civil
Resumo Este trabalho apresenta de forma simplificada uma análise econômica e qualitativa da implantação de praças de pedágio em rodovias. O pedágio como fonte de investimentos tem sido tendência mundial tendo em vista a diminuição de investimentos provenientes do poder público. Através da concessão de rodovias a parceiros privados, os governos garantem a manutenção, conservação e melhorias da malha viária sem comprometer o orçamento público, podendo investir em outras áreas de maior necessidade. O principal objetivo do trabalho é mostrar uma tarifa mínima que deve ser cobrada para que seja viável a implantação da praça e, principalmente, viabilize obras de duplicação no trecho considerado. Através de conceitos econômicos de Análise Custo Benefício, igualando o Valor Presente Líquido (VPL) a zero e buscando determinada Taxa Interna de Retorno (TIR), chegou-se a uma tarifa mínima para a implantação da praça de pedágio. A ERS-324, objeto desse estudo, é uma das principais vias de escoamento de produtos do Estado e, também, é conhecida como “Rodovia da Morte” pelo alto índice de acidentes com vítimas na sua extensão, justificando assim, a necessidade de investimentos em melhorias. A rodovia está inclusa no Plano Estadual de Logística e Transportes do Rio Grande do Sul e será a primeira a ser anunciada para concessão à iniciativa privada do programa de concessões. A partir dos dados de referência da Rodovia do Frango, já publicados pela ANTT, estimou-se um fluxo de caixa simplificado para chegar aos resultados almejados, comprovando a viabilidade da implantação da praça de pedágio e mostrando os diferentes cenários possíveis. Para definir a melhor alternativa, estudos mais aprofundados e detalhados devem ser realizados para cada caso.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/138343
Arquivos Descrição Formato
000989626.pdf (1.026Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.