Repositório Digital

A- A A+

Acarofauna associada à Vitis sp. em Caxias do Sul, RS

.

Acarofauna associada à Vitis sp. em Caxias do Sul, RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Acarofauna associada à Vitis sp. em Caxias do Sul, RS
Outro título Mites fauna associated to Vitis sp., in Caxias do Sul, rs
Autor Bertolo, Fernanda de Oliveira de Andrade
Orientador Ott, Ana Paula
Data 2011
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia.
Assunto Ácaro
Uva
Viticultura
Resumo O Rio Grande do Sul é o principal Estado produtor de uvas e vinhos do Brasil. Com o aumento da produtividade e da qualidade das uvas, as infestações ocasionadas por ácaros passam a ser foco de maiores cuidados, pois podem afetar negativamente a qualidade e quantidade da produção. Estudos visando o conhecimento da acarofauna presente em vinhedos e nas plantas associadas a estes são escassos no Brasil. Neste contexto, o presente trabalho se propôs a efetuar o conhecimento da comunidade de ácaros fitófagos e predadores presentes nas folhas de videira e na vegetação espontânea de vinhedos de Vitis vinifera, varietais Sémillon e Cabernet Sauvignon e V. labrusca, varietal Isabel, no Centro de Pesquisa em Agroindústria da Fundação Estadual de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Sul (CPA - FEPAGRO) (29o08’19’’S, 50o59’59’’O), em Caxias do Sul. Para tanto, foram realizadas coletas de folhas de videira no período de outubro/2009 à maio/2010, onde, de 30 plantas de cada varietal, foram retiradas três folhas, uma de cada estrato da copa (apical (F1), mediano (F2) e basal (F3)). Nos períodos de junho a setembro/2009 e junho a setembro/2010 foram feitas amostragens da vegetação espontânea, onde foram sorteadas 10 linhas por vinhedo em cada varietal, de onde coletava-se em cada uma das linhas sorteadas, duas de cada uma das três plantas mais comuns nos vinhedos (Daucus pusillus Michx. (Apiaceae), Trifolium pratense L. (Fabaceae) e Leucanthenum vulgare Lam. (Asteraceae). Resultaram das amostragens, 3.221 ácaros, 2.915 nas folhas de videira e 306 na vegetação espontânea. Entre as 23 morfoespécies registradas, as mais comuns nas folhas foram Brevipalpus phoenicis, que apresentou maior abundância de janeiro a abril, Lorryia sp., mais abundante em abril e maio e Neoseiulus tunus, que ocorreu em maior número de fevereiro a abril. Na vegetação espontânea as morfoespécies e espécies mais abundantes, Lorryia sp., Typhlodromalus aripo e N. tunus apresentaram picos populacionais, em julho de 2009 e 2010. A maior diversidade foi registrada na varietal Isabel, tanto nas folhas como na vegetação. Os vinhedos apresentaram-se mais similares em relação à acarofauna da vegetação espontânea. A maior similaridade em relação ao número de espécies e ao número de indivíduos presentes nas folhas de videira ocorreu entre os vinhedos Cabernet Sauvignon e Sémillon.
Abstract Rio Grande do Sul is the leading State in grapes and wines production in Brazil. With the increase of productivity and quality of grapes, mites infestations becomes ever greather focus due they negative effect on vineyard health. At the present time studies targeting the enhancement of knowledge of vineyards and associated plants mites fauna are very scarce in Brazil. In this context, this work proposes the presentation of phytophagous and predators mites community data in vineyard leaves and in the spontaneous vegetation of vineyards of Vitis vinifera, Sémillon and Cabernet Sauvignon varieties and V. labrusca, Isabel variety. Studies were accomplished at Fepagro Agroindustry Research Center (29o08’19’’S, 50o59’59’’O), Caxias do Sul, Rio Grande do Sul, Brazil. With this purpose collections of vineyard leaves were accomplished between October/2009 and May/2010 by removing three leaves of 30 plants of each variety, in three strata: apical (F1), medium (F2) and basal (F3). From June to September/2009 and June to Sptember/2010, spontaneous vegetation was also sampled in 10 random choosen lines of each variety seeking the collection of two specimens of each one of the three more common spontaneous plants species (Daucus pusillus Michx. (Apiaceae), Trifolium pratense L. (Fabaceae) and Leucanthenum vulgare Lam. (Asteraceae)... Samples resulted on a total amount of 3,221 mites, 2,915 in the vineyard leaves and 306 in the spontaneous vegetation. Among the 23 registered morphospecies, the most common in vineyard leaves were: Brevipalpus phoenicis, presenting larger abundance from January to April; Lorryia sp., more abundant in April and May and Neoseiulus tunus, registering larger number of individuals from February to April. In the spontaneous vegetation the most abundant species were: Lorryia sp., Typhlodromalus aripo and N. tunus all presenting population peaks in July of 2009 and 2010. The largest diversity was registered in Isabel variety, so much in the leaves as in the spontaneous vegetation. Vineyards most similar mites fauna was registered at spontaneous vegetation. The highest similarity, regarding number of species and number of individuals in the vineyard leaves, was registered between Cabernet Sauvignon and Sémillon varieties.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/139177
Arquivos Descrição Formato
000783498.pdf (3.485Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.