Repositório Digital

A- A A+

Resultados a longo prazo (7 a 10 anos) da papilotomia endoscopica no tratamento da coledocolitiase : analise multivariada de fatores prognosticos para recidiva de doenca biliopancreatica

.

Resultados a longo prazo (7 a 10 anos) da papilotomia endoscopica no tratamento da coledocolitiase : analise multivariada de fatores prognosticos para recidiva de doenca biliopancreatica

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Resultados a longo prazo (7 a 10 anos) da papilotomia endoscopica no tratamento da coledocolitiase : analise multivariada de fatores prognosticos para recidiva de doenca biliopancreatica
Outro título Long-term results (7 to 10 years) of endoscopic papillotomy for the treatment of bile duct stones. multivariate analysis of prognostic risk factors for recurrence of biliary symptoms
Autor Pereira-Lima, Júlio Carlos
Orientador Pereira-Lima, Luiz Maraninchi
Co-orientador Riemann, Jurgen Ferdinand
Data 1996
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Curso de Pós-Graduação em Clínica Médica.
Assunto Coledocolitíase : Cirurgia
Esfinterotomia endoscópica
Estudos retrospectivos
Prognóstico
Recidiva
Resumo Introdução e Objetivos: Após o advento da colecistectomia laparoscópica, a papilotomia endoscópica passou a ser mais freqüentemente empregada no tratamento da coledocolitíase, mesmo em pacientes jovens, embora seus resultados a longo prazo tenham sido pouco estudados, nem fatores prognósticos de recidiva de sintomas biliares tenham sido desenvolvidos. Este estudo visa averiguar a recorrência de patologia biliar e determinar os fatores prognósticos para essa recidiva após 7 a 1 O anos de seguimento. Métodos: Entre 1985 e 1988, 223 (149 mulheres, m. idade= 67,9) pacientes foram submetidos à papilotomia endoscópica para tratamento da coledocolitíase. Noventa e seis pacientes receberam alta hospitalar com vesícula in situ. Os demais já haviam sido colecistectomizados, ou o foram na mesma internação. O seguimento a longo prazo foi obtido retrospectivamente por meio de entrevistas com pacientes e médicos generalistas. Resultados: O procedimento obteve sucesso imediato em 217 dos 223 (97%) dos pacientes tratados, dos quais 203 foram seguidos por 7 a 1 O anos. Dois pacientes faleceram até 30 dias após a papilotomia. O seguimento médio obtido nos 201 pacientes foi de 8,8 anos. Houve recidiva de sintomas biliares em 31 casos (15%). Nos pacientes que permaneceram com a vesícula biliar após o tratamento, a recidiva foi de 20%, ante 11% nos colecistectomizados (RR: 2,18, p < 0,05, análise multivariada por regressão de Cox). Nos pacientes com diâmetro da via biliar 2: 13mm a recidiva foi de 25% e nos com via biliar< 13mm de 11% (RR: 2,24, p < 0,05 método de Cox). Essa diferença se acentua, quando comparamos os pacientes com VB > 15mm (recidiva= 29o/o) e os com VB :S lOmm (recidiva: 10%) (RR: 2,63, p<0,03 método de Cox). Conclusões: O índice de complicações biliares a longo prazo após a papilotomia é comparável ao relatado para as ténicas cirúrgicas, o que justifica seu uso. Os fatores prognósticos associados à recidiva de doença biliar são presença de vesícula in situe dilatação da via biliar.
Abstract Background and Aims: After the introduction of laparoscopic cholecystectomy, endoscopic papillotomy is increasingly used for treating bile duct stones in younger individuais, although its long-term results are poorly determined. The aim of this study is to averiguate the long-term results of this endoscopic method in the treatment of common duct calculi and to determine which risk factors are associated with the relapse o f biliary symptoms. Methods: Between 1985 and 1988, 223 (149 women, mean age = 67,9) patients underwent endoscopic papillotomy for bile duct lithiasis; 127 were already cholecystectomized, or were operated on in the same hospitalization. Follow-up was obtained retrospectively from the patients, patient's relatives and general practitioners. Results: The procedure succeeded in 217 of 223 cases (97% ), o f which 203 were followed-up; 2 patients died in the first month after treatment (0,89% ). Mean follow-up for the 201 patients was 8,8 years of which 31 relapsed (15%). The relapse of biliary symptoms in patients, who were left with the gallbladder in situ, was 20%, and 11% for those cholecystectomized (RR: 218, p < 0,05 Cox proportional hazards regression). Patients with bile duct gauges 2: 13mm relapsed 25% of the times and those with bile duct < 13mm in 11 o/o (RR: 2,24, p < 0,05 Cox regression). This difference increased when comparing those patients with duct diameter > 15mm (29% o f recurrence) and those, whose bile duct was ::; 1 Omm (1 0°/o of recurrence) (RR: 2,63, p < 0,03, Cox regression). Conclusions: The long-term results of endoscopic papillotomy are comparable with those of surgical techniques, which justifies its use, even in younger patients. The prognostic risk factors associated with relapse of biliary symptoms are gallbladder left in situ and, mainly, choledochal diameter.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/139231
Arquivos Descrição Formato
000223396.pdf (12.79Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.