Repositório Digital

A- A A+

Desafios e efeitos da implementação do Serviço de Inspeção municipal Vegetal - SIMVEG no município de Porto Alegre-RS

.

Desafios e efeitos da implementação do Serviço de Inspeção municipal Vegetal - SIMVEG no município de Porto Alegre-RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Desafios e efeitos da implementação do Serviço de Inspeção municipal Vegetal - SIMVEG no município de Porto Alegre-RS
Autor Ritter, Silmar João
Orientador Lima, Luciana Leite
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de Políticas Públicas.
Assunto Agroecologia : Agricultura sustentável : Ecologia vegetal : Desenvolvimento sustentável : Ecossistema
Feira dos agricultores ecologistas : Rio Grande do Sul
Políticas públicas
Porto Alegre (RS)
Vigilância sanitária de produtos
Resumo Este trabalho procura analisar os desafios e efeitos da implementação de uma Política Pública, a influência da realidade local e impacto da conduta do burocrata implementador a nível de rua, sobre a efetividade, eficiência e eficácia resultantes sobre a população alvo da política. Analisa-se a implementação do SIMVEG- Serviço de Inspeção Municipal Vegetal em Porto Alegre – RS, um dos poucos municípios que formulou e implementou o SIMVEG no Brasil. Porto Alegre desde a década de 1970 tem movimentos Agroecológicos, de consumidores inconformados com a alimentação artificializada, que se organizaram e se juntaram a produtores descontentes com a produção convencional, formando associações. Este movimento necessitava de uma opção viável e próxima, para registrar e certificar seus produtos revendidos nas feiras agroecológicas, encontrando no SIMVEG uma solução de se ajustar as exigências sanitárias, para comercializar seus produtos processados artesanalmente, preservando costumes, conhecimentos tradicionais e suas receitas caseiras, agora tudo dentro das boas práticas de higiene e produção, garantindo alimentos seguros e de qualidade. Nota-se claramente que este ambiente de produtores agroecológicos, que se somou a vocação solidária e parceira, da Médica Veterinária Claudia Ache Saldanha de Souza, tornou a implementação da Política Pública do SIMVEG – Porto Alegre – RS um sucesso, fato que pode ser comprovado, pelo alto padrão sanitário dos produtos comercializados, sem nenhum produtor até hoje ter sido multado, nem ter pago taxa alguma para se registrar e receber a certificação. Notou-se que as pessoas, os profissionais que estão envolvidos, seus valores, fazem toda diferença para que obtenha o sucesso ou insucesso da Política Pública. Fica claro que o SIMVEG foi um propulsor da melhoria de renda e condições, promoveu o desenvolvimento rural dos registrados, além de preocupar-se com novas fontes de renda aos produtores, tendo como exemplo, o ainda embrionário programa de produção de plantas medicinais, cujas mudas já estão sendo produzidas no Horto Municipal, mas que logo serão uma realidade entre os pequenos produtores familiares.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/139304
Arquivos Descrição Formato
000989913.pdf (7.939Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.