Repositório Digital

A- A A+

Taxonomia e distribuiçao do gênero Aulacoseira Thwaites(Bacillariophyta ) no Brasil

.

Taxonomia e distribuiçao do gênero Aulacoseira Thwaites(Bacillariophyta ) no Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Taxonomia e distribuiçao do gênero Aulacoseira Thwaites(Bacillariophyta ) no Brasil
Autor Tremarin, Priscila Izabel
Orientador Torgan, Lezilda Carvalho
Data 2012
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Programa de Pós-Graduação em Botânica.
Assunto Brasil, Região Sul
Taxonomia vegetal : Algas
Teses
[en] Centric diatoms
[en] Continental environments
[en] Taxonomy
[en] Ultrastructure
Resumo O gênero Aulacoseira Thwaites é exclusivo de águas continentais e possui ampla distribuição mundial. As espécies do gênero vêm sendo estudadas, principalmente para regiões temperadas da América do Norte e Europa. Atualmente, Aulacoseira conta com aproximadamente 60 espécies, dentre fósseis e atuais. No Brasil, apenas 17 espécies foram registradas e poucos trabalhos apresentaram informações sobre a ultra-estrutura da frústula. Desta forma, o presente estudo teve por objetivos analisar as características morfológicas e estruturais das espécies de Aulacoseira do Brasil e a distribuição geográfica das espécies em ambientes aquáticos brasileiros. O estudo baseou-se em 286 amostras de plâncton e perifíton, procedentes de diversos tipos de ambientes, como rios, lagos, lagoas e reservatórios, abrangendo 24 estados brasileiros. Exemplares de Aulacoseira foram analisados sob microscopia óptica e eletrônica de varredura e transmissão. Os táxons encontrados foram descritos, mensurados, ilustrados e comentados. Uma chave dicotômica foi providenciada para auxiliar na determinação das espécies e glossário para compreensão das estruturas. A análise do material permitiu a identificação de 23 táxons infragenéricos de Aulacoseira, sendo 18 espécies, três variedades não típicas e duas formas taxonômicas. Dentre estas, seis constituíram novas espécies para ciência (A. brasiliensis, A. calypsi, A. minuscula, A. pantanalensis, A. samariana e A. simoniae) e duas não foram determinadas em nível específico. Aulacoseira pseudoamericana e A. herzogii var. minor constituíram citação pioneira para o Brasil e A. gessneri teve sua ultra-estrutura documentada pela primeira vez. Dos 29 táxons infragenéricos de Aulacoseira já registrados para o Brasil, apenas 13 foram encontrados durante o estudo, alguns táxons foram reidentificados e outros puderam ser revistos devido há ausência de informações complementares nas publicações. Aulacoseira calypsi, A. gessneri, A. pantanalensis, A. pseudoamericana, A. samariana e A. herzogii var. minor apresentaram distribuição restrita à áreas de clima tropical enquanto que Aulacoseira cf. alpigena, A. granulata var. angustissima f. spiralis e Aulacoseira sp.2 ocorreram exclusivamente em regiões subtropicais. O elevado número de novas espécies encontradas ressalta a importância de estudos taxonômicos mais aprofundados para melhor conhecimento das características diacríticas das espécies que ocorrem em ambientes continentais brasileiros. Palavras-chave: ambientes continentais, diatomáceas cêntricas, taxonomia, ultra-estrutura.
Abstract The genus Aulacoseira Thwaites is exclusive of continental waters and has worldwide distribution. The species of this genus have been widely studied, mainly to temperate regions of North America and Europe, and the taxa that occur in South America are poorly known. Currently, Aulacoseira has approximately 60 species, among fossil and recent. In Brazil, only 17 species were recorded and few studies presents data on the ultrastructure of the frustule. Thus, this study aimed to analyze the structural and morphological features of the Aulacoseira genus and geographical distribution of species in aquatic environments in Brazil. The study was based on 286 samples of plankton and periphyton, collected in different types of environments such as rivers, lakes, ponds and reservoirs distributed in 24 states. Specimens of Aulacoseira were examined under light and electron microscopy. The taxa were described, measured, illustrated and discussed. Dichotomous key was provided to assist in determining the species and glossary for understanding the structures described. The analysis allowed the identification of 23 infrageneric taxa of Aulacoseira, with 18 species, three varieties and two non typical taxonomic forms. Among these, six new species for science were found (A. brasiliensis, A. calypsi, A. minuscula, A. pantanalensis, A. samariana e A. simoniae) and two were not determined at specific level. Aulacoseira pseudoamericana and A. herzogii var. minor were first recorded in Brazil and A. gessneri its ultrastructure was first revealed. Of the 29 taxa of Aulacoseira already recorded in Brazil, only 13 were found during the study, some taxa were reidentified and others could not be revised because there is no additional information in publications. Aulacoseira calypsi, A. gessneri, A. pantanalensis, A. pseudoamericana, A. samariana and A. herzogii var. minor present distribution restricted to tropical areas while Aulacoseira cf. alpigena, A. granulata var. angustissima f. spiralis and Aulacoseira sp.2 occurred exclusively in the subtropics.The high number of new species found highlights the importance of more detailed taxonomic studies to improve knowledge of diacritical features of the species occurring in Brazilian environments.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/139373
Arquivos Descrição Formato
000851485.pdf (269.3Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.