Repositório Digital

A- A A+

Respostas subagudas do exercício físico em diferentes intensidades sobre a lipemia pós-prandial em jovens fisicamente ativos

.

Respostas subagudas do exercício físico em diferentes intensidades sobre a lipemia pós-prandial em jovens fisicamente ativos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Respostas subagudas do exercício físico em diferentes intensidades sobre a lipemia pós-prandial em jovens fisicamente ativos
Autor Fonseca, Gabriel Alves
Orientador Oliveira, Álvaro Reischak de
Data 2016
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Educação Física. Curso de Educação Física: Bacharelado.
Assunto Doenças cardiovasculares
Exercício físico
[en] Cardiovascular disease
[en] Physical exercise
[en] Postprandial lipaemia
Resumo As doenças cardiovasculares (DCV) são as maiores causadoras de óbito no mundo. Como forma de prevenir o desencadeamento de DCVs provenientes do aumento da lipemia pós-prandial (LPP), o exercício aeróbio tem sido apontado como uma importante intervenção cardioprotetora, uma vez que parece ser efetivo para diminuir tanto as concentrações pós-prandiais de triglicerídeos (TG) quanto seu tempo de exposição na circulação. O objetivo do estudo foi verificar o efeito de duas sessões subagudas com intensidades diferentes de exercício físico sobre a lipemia pós-prandial em sujeitos submetidos à refeição hiperlipídica. Onze sujeitos do sexo masculino, fisicamente ativos (IMC 23,43 ± 2,43) com idade média de 23 + 3 anos realizaram dois protocolos de exercício isocalóricos (15% da Taxa metabólica basal) randomizados em diferentes intensidades (LV1 e 10% abaixo do LV2) e o protocolo repouso. O protocolo de média intensidade (MI) parece atenuar por mais tempo o aumento da curva de TG em relação ao repouso (Rep) do que o protocolo de baixa intensidade (BI) em relação ao Rep. Quando comparados os valores de área abaixo da curva (AUC), o MI foi 7,9% mais efetivo que o BI em relação ao Rep. Conclui-se que o exercício aeróbio de média intensidade realizado 12h prévias à refeição rica em gordura apresenta maior atenuação da curva lipêmica do que o exercício aeróbio de baixa intensidade.
Abstract Cardiovascular diseases (CVDs) are known as the greater cause of death in the world. As a way to prevent the development of CVDs in consequence of the increase of postprandial lipemia (PPL), aerobic exercise has been shown as an important protective intervention, once it can reduce postprandial concentrations of triglycerides (TG) and accelerate TG clearance rate. The aim of this study was to verify the effect of two different intensities of prior exercise on PPL after the consumption of a high fat meal. Eleven male subjects, physically actives (BMI 23,43 ± 2,43 kg/m²) with an average of 23 ± 3 years old performed three randomized protocols: Low-intensity (LI) exercise at the ventilatory threshold 1; Moderate-intensity (MI) exercise at 10% under the ventilatory threshold 2; or a control protocol (Rest). The sessions of prior exercises were isoenergetic (15% of basal metabolic rate). MI exercise seems to attenuate for longer than the LI the curve of TG comparing to Rest. MI was more effective to reduce the area under curve (AUC) of triglycerides (7,9%) than BI in relation to Rep. In conclusion, MI aerobic exercise performed prior to the consumption of a high fat meal shows a greater attenuation of triglycerides than LI aerobic exercise.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/139374
Arquivos Descrição Formato
000990164.pdf (375.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.