Repositório Digital

A- A A+

Análise neurofisiológica do equilíbrio através da eletromiografia durante a realização do pull test em indivíduos normais

.

Análise neurofisiológica do equilíbrio através da eletromiografia durante a realização do pull test em indivíduos normais

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Análise neurofisiológica do equilíbrio através da eletromiografia durante a realização do pull test em indivíduos normais
Autor Gamarra, Ariane Haydée Estrada
Orientador Rieder, Carlos Roberto de Mello
Co-orientador Schestatsky, Pedro
Data 2012
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicas.
Assunto Cognição
Eletromiografia
Envelhecimento
Equilíbrio postural
[en] Aging
[en] Balance
[en] Cognition
[en] Postural stability
[en] Pull Test
Resumo Introdução: Com o aumento da idade, estudos demonstram que a população experimenta um declínio de sistemas fisiológicos participantes no controle da estabilidade postural. Dentre os métodos de avaliação descritos na literatura, encontra-se o Pull Test (PT), que é amplamente utilizado em escala mundial para avaliação do equilíbrio em indivíduos com doença de Parkinson. O teste examina a resposta do corpo a um deslocamento corporal posterior, oferecendo um identificador útil da estabilidade postural do indivíduo. O padrão de ativação muscular durante a realização do PT não foi ainda estudado. Objetivo: analisar o padrão da atividade eletromiográfica durante a realização do PT, em indivíduos hígidos acima de 40 anos de idade. Métodos: Vinte e três indivíduos hígidos realizaram o estudo eletromiográfico (EMG) de superfície dos músculos tibial anterior, gastrocnêmio medial e bíceps femoral durante a realização do PT. O PT e registros eletromiográficos foram realizados sucessivamente por 10 vezes em cada indivíduo. Os indivíduos foram também avaliados pelo Montreal Cognitive Assessment (MoCA). Resultados: O registro EMG mostrou que a atividade muscular inicia pelo tibial anterior, sendo seguida sucessivamente pelo gastrocnêmio medial e bíceps femoral. A frequência do número de passos para a manutenção da estabilidade postural foi de 93,9% para 1 ou 2 passos e 6,1% para 3 passos ou mais. A latência para ativação muscular foi relacionada com o desempenho cognitivo no MoCA. Pacientes com escores no MoCA inferior a 26 apresentavam maior latência do tibial anterior (p=0,03) e do bíceps femoral (p=0,02). Além disso, a amplitude do gastrocnêmio medial relacionou-se inversamente com o índice de massa corporal (IMC) (p=0,01). Conclusão: Constatou-se que o declínio da função executiva e o sobrepeso estão relacionados com mudanças nas respostas 12 neurofisiológicas durante a realização do PT. Os mesmos podem contribuir para prejuízos da estabilidade postural nestes indivíduos.
Abstract Background: Physiologic systems that participate of the postural stability control are impaired with aging. Pull Test (PT) is an assessment method widely worldwide utilized for evaluating the balance in individuals with Parkinson’s disease. The test examines the body’s response to a posterior bodily displacement, offering a useful identifier of the individual’s postural stability. The pattern of muscle activation during the PT has not yet been studied. Objective: the objective of this study was to analyze the pattern of electromyographic activity during the PT, in healthy individuals, over 40 years of age. Methods: Twenty three healthy individuals have carried out an electromyographic (EMG) study of the tibialis anterior, gastrocnemius medialis and biceps femoris muscles during the PT. The PT and the electromyographic recordings have been taken successively for 10 times in each individual. The individuals cognition have been assessed by the Montreal Cognitive Assessment (MoCA). Results: The EMG recording has showed that the muscle activity begins by the tibialis anterior, being successively followed by the gastrocnemius medialis and by the biceps femoris. The rate of the number of steps for keeping the postural stability was 93.9% for 1 or 2 steps, and 6.1% for 3 or more steps. The latency for muscle activation was related to the cognitive performance in the MoCA. Patients with MoCA scores lower than 26 have presented a larger latency in the tibialis anterior (p=0.03), and in the biceps femoris (p=0.02). Furthermore, the amplitude of the gastrocnemius medialis has been inversely related to the body mass index (BMI) (p=0.01). Conclusion: It has been found out that the decline in the executive function and overweight related to changes in the neurophysiologic 14 response during the taking of the PT. These may contribute for the losses of postural stability in such individuals.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/139400
Arquivos Descrição Formato
000861588.pdf (1.503Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.