Repositório Digital

A- A A+

Prevenção de dificuldades de aprendizagem na educação infantil

.

Prevenção de dificuldades de aprendizagem na educação infantil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Prevenção de dificuldades de aprendizagem na educação infantil
Autor Lima, Ellen Mendonça de
Orientador Corso, Luciana Vellinho
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Curso de Pedagogia: Licenciatura.
Assunto Dificuldades de aprendizagem
Educação infantil
Resumo Este trabalho tem por objetivo principal investigar se a prevenção de dificuldades de aprendizagem é um tema discutido na escola de Educação Infantil e, se sim, de que modo tal prevenção ocorre. A pesquisa, de abordagem qualitativa, compreendeu nove entrevistas com sete professoras e duas gestoras de duas escolas localizadas em Porto Alegre - RS. A base teórica é a psicologia genética de Jean Piaget, seguindo um modelo epistemológico interacionista. Os estudos da área da Psicopedagogia (CORSO, WEISS, MOOJEN, SCOZ, GOLBERT, entre outros) explicitam a visão de multiplicidade de fatores que caracterizam o processo de aprendizagem e os problemas dele decorrentes. A relevância do tema prevenção de dificuldade de aprendizagem na Educação Infantil justificase pela importância de haver uma reflexão acerca da prevenção, concebendo ser a escola de Educação Infantil um espaço de múltiplas aprendizagens e construção de conhecimento. A temática, que é de grande relevância no campo educacional, apresenta pesquisas ainda em número modesto. Os resultados desta investigação mostraram que as organizações escolares estudadas ainda não possuem dispositivos sistemáticos de prevenção de dificuldades na aprendizagem, visto que o conceito de prevenção se confunde, na maioria das respostas, ao conceito de correção de dificuldades e/ou encaminhamento a profissionais especializados, como fonoaudiólogos ou psicólogos. Ao mesmo tempo, reconhece-se a importância do trabalho conjunto com a família no processo de prevenção de dificuldades de aprendizagem e na atuação escolar como um todo. A formação continuada foi apontada pela maioria das educadoras e gestoras como fonte de conhecimento e informação sobre a temática prevenção de dificuldades de aprendizagem. Alguns professores mencionaram ações que podem ser consideradas preventivas, porém não consideram estas ações preventivas, intencionalmente. Concluo que é necessário aprimorar a formação inicial dos educadores e, principalmente, investir em formação continuada sólida e eficiente, como também formação em serviço que possibilite o trabalho de prevenção de dificuldades na aprendizagem desde a Educação Infantil.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/139555
Arquivos Descrição Formato
000990578.pdf (255.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.