Repositório Digital

A- A A+

Melhorias no processo de arrecadação de ITBI, IPTU e ISSQN da Prefeitura de Porto Alegre

.

Melhorias no processo de arrecadação de ITBI, IPTU e ISSQN da Prefeitura de Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Melhorias no processo de arrecadação de ITBI, IPTU e ISSQN da Prefeitura de Porto Alegre
Autor Agnes, Daniela
Orientador Brodbeck, Angela Freitag
Data 2007
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de especialização a distância: Gestão de negócios financeiros - Banco do Brasil.
Assunto Banco do Brasil.
Marketing
Qualidade
Sistemas de informacao : Administracao estrategica : Tecnologia : Informacao
Resumo O presente trabalho se propõe a estudar o atual processo de arrecadação dos três maiores tributos da Prefeitura de Porto Alegre, quais sejam IPTU, ISSQN e ITBI, com vistas a proposição de melhorias nas questões de recebimento e conciliação dos recursos arrecadados. Utilizando-se a metodologia de estudo de caso e analisando as entrevistas com pessoas chave do processo, identificou-se que a Prefeitura possui atualmente convênios de arrecadação com 11 Instituições Financeiras, o que ocasiona morosidade no recebimento e processamento das informações e na conciliação dos valores arrecadados. Além disso, utiliza um convênio de guias com código de barras para a arrecadação de diferentes tributos, o que ocasiona dificuldades na identificação da parcela de cada um nos créditos recebidos. Após revisão da literatura sobre levantamento e análise de processos de negócio, foram levantados os subprocessos dos três tributos municipais, através de entrevistas e visitas aos locais onde eles ocorrem, e gerados fluxogramas para análise. Também estudou-se as duas modalidades de recebimento de tributos − Guias Não-Compensáveis com Código de Barras e Cobrança Bancária − para que fossem identificadas as vantagens e desvantagens da implantação de cada uma nos processos estudados. Após a análise dos processos atuais, os resultados apontaram que a modalidade de recebimento através de guias com código de barras não atende às necessidades de informação da Secretaria da Fazenda e demanda uma estrutura muito grande para a conciliação dos valores. Desta maneira, a melhoria proposta para o processo de arrecadação da Prefeitura de Porto Alegre seria a manutenção da modalidade de guias com código de barras somente para a arrecadação do IPTU e a alteração da modalidade do restante dos impostos e taxas para Cobrança Simples Sem Registro, de maneira que cada tributo seja recebido em contas correntes diferentes, permitindo um acompanhamento mais preciso e tempestivo da arrecadação municipal, assim como uma simplificação no processamento dos dados.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/13979
Arquivos Descrição Formato
000649708.pdf (289.2Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.