Repositório Digital

A- A A+

Avaliação de uma ferramenta online para indicar pacientes candidatos à cirurgia da epilepsia

.

Avaliação de uma ferramenta online para indicar pacientes candidatos à cirurgia da epilepsia

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação de uma ferramenta online para indicar pacientes candidatos à cirurgia da epilepsia
Autor Madeira, Bianca Cecchele
Orientador Bianchin, Marino Muxfeldt
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicas.
Assunto Cirurgia
Epilepsia
[en] Drug-resistant epilepsy
[en] Epilepsy
[en] Focal epilepsy
[en] Refractory epilepsy
[en] Surgery epilepsy
Resumo Introdução: A epilepsia é uma das condições mais comuns na prática neurológica. Sua prevalência na população em geral é expressiva (cerca de 2%). Dentre esses pacientes, existem aqueles que são fármaco-resistentes, ou seja aqueles que não atingem controle de suas crises com dois fármacos adequados de maneira otimizada, os quais correspondem a cerca de 20-40%. Esses pacientes apresentam um controle inadequado de sua condição crônica e o tratamento a longo prazo torna-se insatisfatório e de alto custo, sem levar em consideração a redução da qualidade de vida do paciente, o impacto psicossocial, as incapacidades e o risco aumentado de morte. Somando-se a isso, existe o fato de eles, muitas vezes, necessitarem de cuidadores, geralmente familiares, os quais, por consequência, também deixam de produzir. Sendo assim, é imperativo que tratamentos alternativos custo-efetivos sejam disponibilizados para esses pacientes. A cirurgia da epilepsia é uma opção muito adequada para pacientes selecionados, uma vez que ela pode melhorar substancialmente a qualidade de vida dos pacientes, em muitos casos fazendo até mesmo com que o paciente fique livre de crises, além da redução dos custos à longo prazo. O grande problema é anterior à cirurgia: reside no fato de existir uma certa dificuldade em identificar e encaminhar esses pacientes para uma avaliação adequada, seja por desconhecimento por parte dos médicos em geral, seja pela escassez de recomendações formais. Objetivos: Avaliar uma ferramenta online para indicar pacientes candidatos à cirurgia da epilepsia, colaborando, assim com uma maior facilidade para fins de tomada de decisão clínica com uma melhor identificação destes pacientes. Métodos: Realizamos um estudo transversal avaliando a indicação cirúrgica de pacientes com epilepsia focal, conforme testagem de uma ferramenta online disponível para este fim. Este trabalho foi realizado com pacientes consecutivos que frequentaram o Ambulatório de Epilepsia do Serviço de Neurologia do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, no período de janeiro a abril de 2014. Todos os pacientes incluídos no estudo apresentavam o diagnóstico de epilepsia e suas informações foram retiradas da revisão de seus prontuários através de um questionário padronizado respondido pelos pesquisadores. As informações que porventura não constavam registradas em prontuário foram coletadas durante a consulta de rotina. No total, foram avaliados 211 pacientes. Resultados: No nosso estudo, primeiramente realizamos uma análise de prevalência, encontrando um resultado de 56,9% de pacientes com indicação à avaliação cirúrgica. Além disso, realizamos uma avaliação das variáveis que contribuem para a indicação ou não do tratamento cirúrgico. Nessa etapa, encontramos a frequência das crises, o número de fármacos testados e a presença de efeitos colaterais como as variáveis com maior significância estatística para indicação ao tratamento cirúrgico. Conclusão: Acreditamos que este trabalho possui grande relevância clínica por se tratar de uma ferramenta que pode ajudar na tomada de decisão para fins de tratamento, beneficiando, assim, pacientes e possivelmente reduzindo custos do sistema de saúde a médio e longo prazo.
Abstract Background: Epilepsy is one of the most commons neurological conditions in practice. Its prevalence in the general population is significant (about 2%). Among these patients, there are those that are drug-resistant (those who do not achieve control of their seizures with two suitable drugs optimally), which correspond to about 20-40%. These patients have inadequate control of their chronic condition and long-term treatment becomes unsatisfactory and expensive, regardless of the reduced quality of life of patients, the psychosocial impact, disability and increased risk of death. In addition, the fact that they often need caregivers usually familiar, which, therefore, also fail to produce. It is therefore imperative that cost-effective alternative treatments are available for these patients. The epilepsy surgery is a suitable option for selected patients, since it can substantially improve the quality of life of patients, in many cases making even the patient seizure free, in addition to reducing costs in the long term. The big problem is before surgery: lies in the fact that there is some difficulty in identifying and referring these patients for proper evaluation, either by ignorance on the part of physicians in general, and the lack of formal recommendations. Objectives: Evaluate an online tool to nominate patients candidates for epilepsy surgery, thus contributing to a larger facility for the purposes of clinical decision-making with better identification of these patients. Methods: We conducted a cross-sectional study evaluating the surgical indication in patients with focal epilepsy, as testing of an online tool available for this purpose. This work was performed with consecutive outpatients attending at the Epilepsy Clinic of the Hospital de Clínicas de Porto Alegre, in the period of January-April 2014. All patients included in the study had a diagnosis of epilepsy and their information was taken from the review of their medical records using a standardized questionnaire answered by researchers. The informations who were not registered, were collected during a routine visit. In total, 211 patients were evaluated. Results: In our study, first we conducted a prevalence analysis, finding a result of 56.9% of patients referred for surgical evaluation. In addition, we conducted an evaluation of variables that contribute to the indication or not of surgical treatment. At this stage, we found the frequency of seizures, the number of tested drugs and the presence of side effects such as variables with greater statistical significance for indication for surgical treatment. Conclusion: We believe that this work has great clinical relevance because it is a tool that can help in decision making for treatment, thus benefiting patients and reducing health care costs in the medium and long term.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/139953
Arquivos Descrição Formato
000987565.pdf (667.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.