Repositório Digital

A- A A+

O efeito da n-acetilcisteína (NAC) sobre a lesão de isquemia e reperfusão pulmonar em ratos

.

O efeito da n-acetilcisteína (NAC) sobre a lesão de isquemia e reperfusão pulmonar em ratos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O efeito da n-acetilcisteína (NAC) sobre a lesão de isquemia e reperfusão pulmonar em ratos
Autor Forgiarini, Luiz Felipe
Orientador Andrade, Cristiano Feijó
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Ciências Pneumológicas.
Assunto Acetilcisteína
Estresse oxidativo
Lesão pulmonar
Resumo Objetivo – Verificar os efeitos da N-acetilcisteína (NAC), administrada antes e após isquemia em um modelo animal da lesão pulmonar de isquemiareperfusão. Métodos - Vinte e quatro ratos Wistar foram submetidos a um modelo experimental de clampeamento do hilo pulmonar esquerdo durante 45 minutos, seguido por 2 horas de reperfusão. Os animais foram divididos em quatro grupos: SHAM, isquemia-reperfusão (IR), N-acetilcisteína pré isquemia (NACPré) e NAC pós isquemia (NAC-Pós). Foram avaliados os parâmetros hemodinâmicos, gasométricos e histológicos. Foram analisadas a expressão protéica de iNOS, nitrotirosina, caspase 3 clivada e NF-қB (sub-unidade p65 fosforilada), IkB-R, TNF-R e expressão de IL-1S. A peroxidação lipídica foi avaliada pelas substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS) e a atividade da enzima antioxidante superóxido dismutase (SOD). A infiltração de neutrófilos foi determinada por atividade de mieloperoxidase. Resultados - Não houve diferenças significativas nos parâmetros hemodinâmicos e gasométricos entre os grupos. Houve um aumento significativo na peroxidação lipídica nos grupos IR e NAC-Pré (p<0,01) quando comparado com SHAM e NAC-Pós. Não houve diferença na SOD entre os grupos. As expressões de NF-қB, TNF-R, IL-1S, nitrotirosina e caspase 3 clivada estavam significativamente aumentadas no grupo IR quando comparado ao SHAM e grupos NAC (p<0,01). O grupo NAC-Pré mostrou um aumento significativo na expressão dessas proteínas quando comparado com SHAM e NAC-Pós (p<0,01). A expressão de iNOS encontrava-se elevada em todos os grupos quando comparados ao SHAM (p<0,01). Conclusão - O uso intravenoso da NAC protege o pulmão contra a lesão de isquemia e reperfusão pulmonar. O seu uso reduz o dano provocado pelo estresse oxidativo, além disso esta substância apresenta propriedades antiinflamatórias e previne a apoptose. Quando utilizada logo após o final do periodo de isquemia, a NAC potencializa seus efeitos protetores mostrando-se este como o melhor período para sua administração.
Abstract Objective - To verify the effects of N-acetylcysteine (NAC) administered before and after ischemia in an animal model of lung ischemia-reperfusion injury. Methods – Twenty-four Wistar rats were subjected to an experimental model of selective left pulmonary hilum clamping for 45 minutes followed by 2 hours of reperfusion. The animals were divided into four groups: SHAM, ischemiareperfusion (IR), N-acetylcysteine pre ischemia (NAC-Pre) and NAC post ischemia (NAC-Post) groups. We recorded the hemodynamic parameters, blood gas analysis and histology. We measured the iNOS, nitrotyrosine, cleaved caspase 3, NF-қB (sub-unit phospho p65), IkB-R, TNF-R and IL-1S expression. Lipid peroxidation was assessed by the thiobarbituric acid reactive substances (TBARS) assay and the activity of the antioxidant enzyme superoxide dismutase (SOD). Neutrophil infiltration was assayed by myeloperoxidase activity. Results - No significant differences were observed in hemodynamic parameters and blood gas analysis among the groups. Lipid peroxidation was significantly higher in IR and NAC-Pre groups (p<0.01). SOD activity had no difference among the groups. The expressions of NF-қB, TNF-R, IL-1S, Nitrotyrosine and Cleaved caspase 3 were significantly higher in the IR group when compared to SHAM and NAC groups (p<0.01). NAC-Pre group showed a significant higher expression of these proteins when compared to SHAM and NAC-Post groups (p<0.01). After reperfusion the expression of iNOS increased almost uniformly in all groups when compared to SHAM group (p<0.01). Conclusion - The intravenous administration of NAC demonstrated protective properties against lung IR injury. Its use reduces the damage produced by oxidative stress, has anti-inflammatory activity and prevents apoptosis. Furthermore, the use of NAC just after reperfusion potentiates its protective effects showing to be the more effective period for its administration.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/139974
Arquivos Descrição Formato
000987563.pdf (4.267Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.