Repositório Digital

A- A A+

Estudo transversal relacionado ao uso de benzodiazepinicos no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) do município de Campo Bom - RS

.

Estudo transversal relacionado ao uso de benzodiazepinicos no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) do município de Campo Bom - RS

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estudo transversal relacionado ao uso de benzodiazepinicos no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) do município de Campo Bom - RS
Autor Marques, Fabricio Correia
Orientador Roriz-Cruz, Matheus
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicas.
Assunto Manifestações neurocomportamentais
Receptores de GABA-A
Saúde do idoso
[en] Benzodiazepines
[en] Cognition disorders
[en] Depression
[en] Health of the elderly
[en] Psychotropic drugs
[en] Treatment failure
Resumo Introdução: Os Benzodiazepínicos estão entre as drogas mais prescritas no mundo. Possuem características ansiolíticas, hipnóticas, miorelaxantes e anticonvulsivantes. Estudos prévios evidenciam inadequações nas prescrições de benzodiazepínicos, como uso equivocado para quadros inespecíficos, tratamento prolongado e abuso por idosos. Benzodiazepínicos podem trazer sérios efeitos adversos, sobretudo em idosos, como sonolência diurna, deterioro da memória e funções cognitivas, desequilíbrio e quedas. Objetivos: Analisar a prevalência do uso de benzodiazepínicos nos pacientes do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de Campo Bom-RS em um período de 24 meses (Junho de 2013 a Maio de 2015), faixa etária, frequência de dispensações, dosagens, CIDs e especialidades dos médicos prescritores; bem como possíveis relações com a função cognitiva, afetiva, e quedas em idosos. Métodos: Estudo transversal, com informações coletadas e tabuladas a partir dos prontuários e prescrições médicas do CAPS Campo Bom, bem como do seu sistema informatizado de gerenciamento (Software Multi 24 Horas). Foram obtidos dados como idade, gênero, identificação dos CIDs; bem como informações sobre prescrições de Benzodiazepínicos, como frequência, quantidade, tipo de medicamento, posologia, profissional prescritor e demais medicamentos utilizados. Critério de inclusão: utilização de qualquer benzodiazepínico disponível na rede SUS: Clonazepam 0,5mg, Clonazepam 2,5 mg/ml, Clonazepam 2mg e Diazepam 5mg. Foram aplicados os testes MEEM e GDS nos pacientes idosos, em entrevistas individuais, nas quais também se avaliou a escolaridade, ocorrência e frequência de quedas, além das comorbidades auto relatadas. Para construção do banco de dados foi utilizado o Software Microsoft® Office Excel® 2007, e para análise estatística o Software PASW V18 (SPSS®). Resultados: O número total de pacientes ativos identificados no CAPS foi de 855 indivíduos, sendo 543 (63,5%) mulheres e 84 idosos (9,8%). A prevalência de utilização de BZD nesta população representou 47,2% (n=404 indivíduos). Foram identificadas 12.680 prescrições médicas dispensadas e, deste total, a prevalência de prescrições de benzodiazepínicos foi de 21,7% (n=2.748). Dentre os pacientes que receberam BZD, 297 (73,5%) eram mulheres e 59 idosos (14,6%), dos quais 56 foram entrevistados. Dentre os idosos entrevistados, 42 (75,0%) possuíram significativa sintomatologia depressiva (GDS≥5) e 32 (57,1%) apresentaram duas ou mais quedas no período de 1 ano. Dezoito pacientes idosos demonstraram fazer uso de dois ou mais BZDs. Houve correlação linear negativa entre os escores do MEEM e do GDS (r = - ,416; p=,002). Houve também uma correlação linear negativa entre o escore do MEEM e número de quedas em idosos (r = -,327 p=,016). Conclusões: Os benzodiazepínicos corresponderam a 21,7 % do total de prescrições do CAPS e do total dos indivíduos 47,2% receberam benzodiazepínicos. Proporcionalmente aos homens, as mulheres tenderam a receber mais prescrições de benzodiazepínicos (p<.001). A prevalência de significativa sintomatologia depressiva nos idosos usuários do CAPS foi alta (75,0%), assim como a incidência de quedas, sendo que mais da metade dos idosos caiu 2 ou mais vezes no período. Identificou-se uma correlação linear negativa entre a função cognitiva como avaliada pelo MEEM e a sintomatologia depressiva avaliada pelo GDS; bem como houve uma correlação linear negativa entre o MEEM e o número de quedas em idosos.
Abstract Introduction: Benzodiazepines are among the most prescribed drugs in the world, they have characteristics such as anxiolytic, hypnotic, muscle relaxants and anticonvulsants. Studies have pointed out distortions in benzodiazepines’ prescriptions, such as misuse for unspecific cases, prolonged treatment and use by elderly. Such medications may cause serious damage, particularly in the elderly, and its continued use causes side effects such as daytime somnolence, imbalance, memory and cognitive function loss, increased incidence of falls. Objectives: To assess the prevalence of benzodiazepine use among patients of the Center for Psychosocial Care in Campo Bom-RS within the period of June 2013 to May 2015. The variables analyzed were: age, frequency of dispensations, dosages, ICDs and specialties of prescribing doctors; as well as possible correlations between cognitive function, emotional function and falls in the elderly. Methods: Cross-sectional study, with data collected and tabulated from medical records and prescriptions, as well as from the management system from CAPS (Software Multi 24 hours). Data obtained was age, gender, ICDs identification; as well as frequency of prescriptions, quantity and type of medication, dosage, prescribing professional, others used drugs. Inclusion criteria: Use of any benzodiazepine available in the Health Unic System: Clonazepam 0,5 mg, Clonazepam 2,5 mg/ml, Clonazepam 2 mg and Diazepam 5mg. MMSE and GDS tests have been applied in the elderly, through individual interviews, in which we found about educational level, occurrence and frequency of falls and other self-reported comorbidities. The software Microsoft® Excel® 2007 was used to build database, and for statistical analysis the software PASW V18 (SPSS) was used. Results: The total number of active patients identified at CAPS was 855 individuals, of these 543 were women (63.5%) and 84 elderly (9.8%). The prevalence of benzodiazepines’ use in this population was 47.2 % (n = 404). We have found 12.680 prescriptions dispensed and the prevalence of benzodiazepines’ prescriptions was 21.7 % (n = 2.748). Among patients who received benzodiazepines, 297 (73.5%) were women and 59 elderly (14.6%), of these 56 were interviewed. From the interviewed patients, 42 (75.0%) had significant depressive symptomatology (GDS≥5) and 32 (57.1%) have suffered two or more falls. Eighteen elderly patients demonstrated to use two or more benzodiazepines. There was a negative linear correlation between MMSE and GDS scores (r = -.416, p =.002). There was also a negative linear correlation between MMSE scores and number of falls in elderly (r = -.327 p =. 016). Conclusions: Benzodiazepines accounted for 21.7% of the total CAPS’ prescriptions, and 47.2% individuals treated at CAPS received benzodiazepines. Women tended to receive more prescriptions of benzodiazepines (p <.001) than men. The prevalence of significant depressive symptomatology in the elderly was very high (75.0%). As well as the incidence of falls, since more than half of the elderly patients presented two or more falls in the period. We identified a negative linear correlation between cognitive function as assessed by MMSE and depressive symptoms assessed by the GDS; and there was a negative linear correlation between MMSE and the number of falls in the elderly.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/140022
Arquivos Descrição Formato
000989565.pdf (745.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.