Repositório Digital

A- A A+

Avaliação dos atributos da atenção primária à saúde em Chapecó, Brasil

.

Avaliação dos atributos da atenção primária à saúde em Chapecó, Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação dos atributos da atenção primária à saúde em Chapecó, Brasil
Outro título Evaluation of primary health care attributes in Chapecó, Brazil
Outro título Evaluación de los atributos de la atención primaria de salud en Chapecó, Brasil
Autor Vitória, Angela Moreira
Harzheim, Erno
Takeda, Sílvia M. Pasa
Hauser, Lisiane
Data 2013
Assunto Atenção primária à saúde
Pesquisa sobre serviços de saúde
Saúde da família
[en] Family Health Strategy
[en] Health Services Research
[en] Primary Health Care
[es] Atención Primaria de Salud
[es] Estrategia Salud de la Familia
[es] Investigación sobre Servicios de Salud
Resumo Objetivo: Este estudo buscou avaliar, em um município de médio porte do sul do Brasil, a adequação da estrutura e dos processos da atenção primária à saúde (APS). Métodos: Usando um recorte transversal, avaliaram-se a estrutura da APS, com base nas orientações do Ministério da Saúde, entrevistando-se 24 coordenadores de unidades básicas de saúde (UBS); e os processos, com base no grau de orientação para APS pelo PCATool- Brasil, entrevistando-se 98 médicos e enfermeiros. Resultados: Foi encontrada inadequação no alto número de habitantes por equipe de saúde, na baixa oferta de consultas, na baixa formação profissional para a APS e na falta de avaliação sistemática das ações. Da mesma forma, o processo foi considerado satisfatório em alguns atributos da APS e insatisfatório em acesso de primeiro contato (escore: 3,6) e longitudinalidade (escore: 6,0). Conclusão: A adequação do sistema de saúde de Chapecó implicaria a ampliação de 56 mil consultas médicas/ano, na construção de 2 novas UBS e o estímulo à formação profissional para a APS, bem como na avaliação sistemática das ações.
Abstract Objective: In this study, we aimed to evaluate the adequacy of the structure and processes of primary health care (PHC) in a midsize city in southern Brazil. Methods: A cross-sectional study was conducted to assess the structure and processes of PHC. The structure was evaluated, based on the guidelines of the Ministry of Health, by interviewing 24 coordinators of Primary Healthcare Units (PHU); and the processes of care were assessed, based on PHC attributes measured by the Primary Care Assessment Tool (PCATool-Brazil), by interviewing 98 professional doctors and nurses. Results: We observed inadequacies regarding the high number of inhabitants attended per health team, the low offer of medical consultations, low vocational training for PHC, and lack of systematic evaluation of actions. Likewise, the processes were considered satisfactory regarding some PHC attributes and unsatisfactory in relation to first-contact access (score: 3.6) and longitudinality (score: 6.0). Conclusion: The adequacy of the health system in Chapecó would imply increasing the number of medical consultations/year by 56 thousand, building two new PHUs, stimulating vocational training for PHC, and encouraging the systematic evaluation of actions.
Resumen Objetivo: Este estudio tuvo como objetivo evaluar, en una ciudad de tamaño medio del sur de Brasil, la adecuación de la estructura y de los procesos de la Atención Primaria de la Salud (APS). Métodos: Utilizando un corte transversal, se evaluó la estructura de la APS, con base en las orientaciones del Ministerio de Salud, encuestándose a 24 coordinadores de Unidades Básicas de Salud (UBS); y los procesos, con base en el grado de orientación para la APS por el PCATool-Brasil, encuestándose a 98 médicos y enfermeros. Resultados: Se encontraron deficiencias ante el elevado número de habitantes por equipo de salud, la baja oferta de consultas, la baja formación profesional para la APS y la falta de evaluación sistemática de las acciones. Del mismo modo, el proceso se consideró satisfactorio en algunos atributos de la APS e insatisfactorio en el acceso del primer contacto (puntuación: 3,6) y en la longitudinalidad (puntuación: 6,0). Conclusión: La adecuación del sistema de salud en Chapecó implicaría un aumento de 56.000 consultas médicas/año, la construcción de 2 nuevas UBS, y el estímulo tanto a la formación profesional en APS, como a la evaluación sistemática de las acciones.
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/140041
Arquivos Descrição Formato
000913348.pdf (232.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.