Repositório Digital

A- A A+

Perfil clínico-radiológico de um grupo de pacientes com AVC isquêmico cardioembólico atendidos em um centro de referência de emergências cerebrovasculares

.

Perfil clínico-radiológico de um grupo de pacientes com AVC isquêmico cardioembólico atendidos em um centro de referência de emergências cerebrovasculares

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Perfil clínico-radiológico de um grupo de pacientes com AVC isquêmico cardioembólico atendidos em um centro de referência de emergências cerebrovasculares
Autor Sousa, Fabrício Bergelt de
Orientador Vedolin, Leonardo Modesti
Data 2015
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Medicina: Ciências Médicas.
Assunto Acidente vascular cerebral
Tomografia
[en] ASPECTS
[en] Cardioembolic
[en] Cerebral vascular accident
[en] Hemorrhagic transformation
[en] Thrombolysis
[en] Tomographic score
Resumo Introdução:embora seja mundialmente conhecida a correlação entre os escores tomográficos de avaliação isquêmica cerebral com achados e desfechos clínicos em pacientes com acidente vascular cerebral (AVC) isquêmico, são limitadas as evidencias em pacientes do subtipo cardioembólico. Objetivo: avaliar e correlacionar o perfil e desfechos clínicos de pacientes com AVC isquêmico do subtipo cardioembólico com os achados tomográficos de isquemia, segundo escores tomográficos. Métodos:estudo retrospectivo de um grupo de pacientes com AVC do tipo cardioembólico segundo a classificação TOAST, selecionados através de uma amostra de conveniência dos pacientes que foram atendidos em um centro de referência de emergências cerebrovasculares (março de 2014 a março de 2015). Os exames tomográficos destes pacientes foram avaliados por dois observadores (um radiologista com 10 anos e outro com 2 anos de experiência em exames tomográficos) treinados na avaliação de escores tomográficos relacionados a alterações isquêmicas encefálicas e cegados para os dados clínicos e laboratoriais dos pacientes. A análise estatística correlacionou os achados clínicos que incuíram fatores e preditores de risco, bem como transformação hemorrágica com os escores tomográficos que avaliam a isquemia cerebral. Resultados:o grupo com escore ASPECTS ≤7 apresentou significativamente maior uso de antiarrítmico, exclusão de trombólise, maior NIHSS, escala Rankin em 24h mais elevada e mais dias de internação quando comparado ao ASPECTS >7. Os pacientes com transformação hemorrágica apresentaram proporção significativamente maior de escore ASPECTS ≤ 7, mais do que um terço de acometimento do território da artéria cerebral média e AVC maior considerado pelo escore BASIS. Conclusão:os pacientes avaliados com AVC isquêmico cardioembólico que apresentaram transformação hemorrágica têm valores piores nos escores tomográficos de isquemia, com NHISS mais elevado e maior número de dias de internação. Houve uma correlação positiva entre o escore ASPECTS e os escores tomográficos regra de um terço e BASIS.
Abstract Introduction: although known worldwide, the correlation between tomographic cerebral ischemia evaluation scores and clinical outcome in patients with ischemic cerebral vascular accident (CVA), the evidences on patients with cardioembolic subtype are limited. Objective: evaluate and correlate the profile and clinical outcomes of patients with embolic subtype ischemic CVA with ischemia tomographic findings, according to tomographic scores. Methods: retrospective study of a patients group with cardioembolic subtype CVA according to TOAST classification, selected through a convenience sample from the patients that were treated at the cerebral vascular disease reference center emergency, (March 2014 to March 2015). These patients tomographic exams were evaluated by two observers (a radiologist with 10 years of expertise and another with 2 years of expertise in tomographic exams) trained in the assessment of tomographic scores related to encephalic ischemia alterations and blinded for the patients clinical and laboratorial data. The statistical analysis correlated the clinical findings, which included risk factors and predictors, as well as hemorrhagic transformation with the tomographic scores that evaluate cerebral ischemia. Results: groups with ASPECTS score ≤7 presented significantly higher use of antiarrhythmics, thrombolysis exclusion, higher NIHSS, higher 24 hours Rankin scale and more days of hospitalization when compared to ASPECTS >7. Patients with hemorrhagic transformation presented a significantly higher proportion of ASPECTS score ≤7. Conclusion: evaluated patients with cardioembolic ischemic CVA that had hemorrhagic transformation have worse tomographic ASPECTS score for ischemia, with higher NHISS and more hospitalization days. There was positive correlation between ASPECTS score and one third rule and BASIS tomographic scores.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/140203
Arquivos Descrição Formato
000988935.pdf (904.8Kb) Texto parcial Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.