Repositório Digital

A- A A+

Laboratório de exergames : um espaço complementar para as aulas de educação física

.

Laboratório de exergames : um espaço complementar para as aulas de educação física

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Laboratório de exergames : um espaço complementar para as aulas de educação física
Outro título Exergames lab : a complementary space for physical education classes
Outro título Laboratorio de exergames : un espacio complementario para las clases de educación física
Autor Finco, Mateus David
Reategui, Eliseo Berni
Zaro, Milton Antonio
Resumo Este artigo apresenta um estudo sobre o uso de exergames em práticas estruturadas em aulas de Educação Física envolvendo estudantes que geralmente apresentam sinais de insatisfação com atividades esportivas propostas nas aulas regulares da disciplina. Enquanto os videogames foram historicamente associados a problemas como obesidade e introversão social, os exergames trouxeram uma nova perspectiva para esses artefatos culturais. Vinte e quatro alunos entre oito e 14 anos de idade participaram do estudo, realizado em um laboratório criado em uma escola no sul do Brasil. Os alunos foram observados e seus professores de Educação Física entrevistados ao final do projeto. Como resultado, foi possível observar que os estudantes que normalmente não demonstravam interesse pelas aulas de Educação Física passaram a apresentar uma atitude positiva em relação às práticas com os exergames, evidenciando também sua disposição em colaborar com os colegas.
Abstract This paper presents a study about the use of exergames in structured Physical Education (PE) classes with students that usually show signs of dissatisfaction with sports activities proposed at regular PE classes. While videogames have been historically associated with issues related to obesity and social introversion, exergames brought a new perspective on those cultural artifacts. Twenty-four 8-14-year-old students participated in the study conducted in a laboratory set up in a school in Southern Brazil. They were observed and their PE teachers were also interviewed at the end of project. Results showed that students that usually did not show interest in Physical Education classes started to demonstrate a positive attitude regarding exergame practices, also expressing willingness to cooperate with their peers.
Resumen Este artículo presenta un estudio sobre el uso de exergames en prácticas estructuradas en clases de Educación Física con estudiantes que generalmente presentan señales de insatisfacción frente a las actividades deportivas propuestas en las clases regulares de la asignatura. Mientras los videojuegos han sido históricamente asociados a problemas como obesidad e introversión social, los exergames han traído una nueva perspectiva para esos artefactos culturales. Veinticuatro alumnos entre ocho y catorce años de edad han participado en este estudio, desarrollado en un laboratorio organizado en una escuela en el sur de Brasil. Los estudiantes fueron observados y sus profesores de Educación Física entrevistados al final del proyecto. Como resultado, fue posible observar que los estudiantes que normalmente no mostraban interés por las clases de Educación Física, pasaron a presentar una actitud positiva en relación a las prácticas con los exergames, evidenciando también su disposición de colaborar con sus compañeros.
Contido em Movimento. Porto Alegre, RS. Vol. 21, n. 3 (jul./set. 2015), p. 687-699
Assunto Atividade física
Educação física
Esporte
Videogame
[en] Cooperative behavior
[en] Interpersonal relations
[en] Videogames
[es] Conducta cooperativa
[es] Relaciones interpersonales
[es] Videojuegos
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/140326
Arquivos Descrição Formato
000984226.pdf (356.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.