Repositório Digital

A- A A+

Monitoramento da doença renal crônica terminal pela autorização de procedimentos de alta complexidade - APAC - Brasil 2000 a 2006

.

Monitoramento da doença renal crônica terminal pela autorização de procedimentos de alta complexidade - APAC - Brasil 2000 a 2006

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Monitoramento da doença renal crônica terminal pela autorização de procedimentos de alta complexidade - APAC - Brasil 2000 a 2006
Autor Moura, Lenildo de
Orientador Schmidt, Maria Inês
Co-orientador Duncan, Bruce Bartholow
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Programa de Pós-Graduação em Epidemiologia.
Assunto Epidemiologia
Falência renal
Insuficiência renal crônica
Perfil de saúde
[en] Authorization of procedures of high complexity
[en] Chronic renal disease
[en] Renal replacement therapy
[en] Surveillance
Resumo Objetivos: Descrever o perfil epidemiológico dos pacientes em Terapia Renal Substitutiva (TRS) no período de 2000 a 2006 a partir do subsistema de Autorização de Procedimentos de Alta Complexidade em Terapia Renal Substitutiva – APAC/TRS e avaliar o potencial desse sistema para a vigilância e o monitoramento da Doença Renal Crônica Terminal no Brasil. Metodologia: Este estudo constituiu-se na descrição da Doença Renal Crônica e APAC/TRS por meio da análise dos instrumentos normativos e outros documentos técnico– administrativos e análise do perfil epidemiológico dos pacientes no período de 2000 a 2006. Resultados: No período, 148.284 pacientes iniciaram procedimentos de diálise e hemodiálise, destes 57% eram do gênero masculino. A incidência relativa foi maior em homens que em mulheres e aumentou com a idade, mas nas mulheres o pico ocorreu na faixa etária de 65 a 74 anos. A incidência global anual foi de 119,8/1.000.000 habitantes para todo Brasil, variando de 143,6/1.000.000 na região sul a 66,3/1.000.000 na região norte e se mantendo estável no período. Hipertensão foi causa da insuficiência renal em 32.571 (22,0%), diabetes mellitus em 20.412 (13,8%) e glomerulonefrites em 10.654 (7,2%) casos, sendo 66.439 (44,8%) casos de causa incerta. Conclusão: A APAC/TRS apresenta limitações inerentes a bancos de dados administrativos, com lacunas a serem preenchidas. Mesmo assim, recomenda-se sua utilização para subsidiar ações de promoção, prevenção, assistência da doença renal crônica terminal , elaboração de indicadores e fomento de estudos epidemiológicos e econômicos.
Abstract Objectives: Describe the subsystem Authorization of Procedures of High Complexity in Therapy Renal Substitutiva - APAC TRS, the epidemiological profile of the patients in the period 2000 to 2006 and evaluate its potential as one of the tools to support the monitoring and tracking of Chronic Renal Disease. Methodology: This study’s objective is to describe the Authorization of High Complexity Procedures for Renal Replacement Therapy database, and evaluate its potential for surveillance of chronic renal disease through analysis of the epidemiologic profile of incident cases of dialysis. APAC datafiles were aggregated and verified for inconsistencies and duplicities. Incident cases were described according to age, gender, region of the country, and underlying cause of renal disease. Results: From 2000 to 2006, 148.284 patients initiated dialysis, 57% being men. The relative incidence is higher in men than in women and increases monotonically with age, although the peak in women occurs in the age bracket of 65 to 74 years. The overall annual incidence was 119,8/1,000,000 habitants, varying from 143,6/1,000,000 in southern Brazil to 66,3/1,000,000 in the northern region, and maintaining stability over the period. Hypertension was listed as cause of renal disease in 32.571 (22,0%), diabetes mellitus in 20.412 (13.4%) and glomerulonephritis in 10.654 (7,2%), with 66.439 (44,8%) cases having no determined cause. Conclusion: The APAC/TRS system presents limitations inherent to administrative databases, with gaps requiring attention. Nevertheless, these data demonstrate its potential to support public health measures for chronic renal disease, including the elaboration of health indicators and to stimulate epidemiologic and economic studies.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/14033
Arquivos Descrição Formato
000652707.pdf (333.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.