Repositório Digital

A- A A+

Uma análise da corrupção sob a ótica das instituições e do liberalismo econômico

.

Uma análise da corrupção sob a ótica das instituições e do liberalismo econômico

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Uma análise da corrupção sob a ótica das instituições e do liberalismo econômico
Autor Vega, Marcelo Garbini
Orientador Hillbrecht, Ronald Otto
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Ciências Econômicas.
Assunto Economia
[en] Corruption
[en] Economic development
[en] Economic liberalism
[en] Institutions
Resumo A proposta deste trabalho é identificar os países mais corruptos, e a partir disto, traçar as características comuns a eles. Tais características serão apresentadas por meio de índices, que em síntese, medem a qualidade institucional e a facilidade para fazer negócios. Sob a ótica da Nova Economia Institucional e do liberalismo econômico, os dados serão analisados qualitativamente como forma de mensurar o impacto da qualidade institucional na construção de sociedades menos corruptas. Para tanto, é necessário que a definição e a magnitude da corrupção estejam bem delimitadas aos olhos do leitor. A observação dos dados sugere que os países com maior nível de corrupção não possuem um marco institucional bem definido, razão pela qual, o raio de ação do Estado extrapola sobre todas as atividades da economia, resultando em uma excessiva intervenção nos setores que o mercado aloca de forma mais eficiente.
Abstract The purpose of this study is to identify the most corrupt countries, and from this, to outline the characteristics they share. Such characteristics will be presented through indexes, which in short, measure the institutional quality and the ease of doing business. From the perspective of New Institutional Economics and economic liberalism, the data will be analyzed qualitatively as a way of measuring the impact of the institutional quality in the construction of less corrupt societies. Therefore, it is necessary that the definition and magnitude of the corruption are clearly defined in the reader’s eyes. The observation of the data suggest that the countries with the biggest level of corruption do not have a well-defined institutional framework, which is why the scope of the State extrapolates on all activities of the economy, resulting in an excessive intervention in the sectors that the market allocates more efficiently.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/140436
Arquivos Descrição Formato
000986920.pdf (890.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.