Repositório Digital

A- A A+

Falhas e reformas institucionais na zona do euro : uma análise institucionalista

.

Falhas e reformas institucionais na zona do euro : uma análise institucionalista

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Falhas e reformas institucionais na zona do euro : uma análise institucionalista
Autor Schlee, Bernhard Friedrich
Orientador Conceição, Octavio Augusto Camargo
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Ciências Econômicas.
Assunto Economia
[en] Endogenous preferences
[en] European Union
[en] Eurozone
[en] Institutional change
[en] Institutionalism
[en] Path dependence
[en] Sovereign debt crisis
Resumo Com o colapso financeiro de 2008 e a crise da dívida soberana de 2010, a Zona do Euro entrou em uma profunda crise econômica. Esta monografia busca entender a razão da vulnerabilidade do bloco monetário europeu ao se deparar com tal conjuntura econômica. Para tanto, emprega-se uma perspectiva teórica institucionalista. Uma análise é feita sobre a formação institucional da União Europeia e da Zona do Euro, assim como uma verificação das principais falhas institucionais identificadas dentro do bloco monetário europeu. Também são examinadas as principais medidas de reforma implementadas na Zona do Euro e algumas propostas para aprofundar a mudança institucional. Ao final, um esforço é realizado para se entender a dinâmica institucional do Euro a partir de pressupostos institucionalistas, destacadamente aqueles contidos nas perspectivas do velho institucionalismo e do neo-institucionalismo. Assim, ocorre uma investigação sobre a influência do fenômeno de path dependence sobre o rumo institucional da Zona do Euro, assim como o papel representado pelas preferências endógenas em tal processo.
Abstract With the 2008 financial meltdown and the 2010 sovereign debt crisis, the Eurozone entered in a deep economic crisis. This monograph seeks to understand the reason for the vulnerability of the European monetary block when faced with such economic conditions. To this end, it is employed an institutionalist theoretical perspective. An analysis is made on the institutional formation of the European Union and the Eurozone, as well as a verification of the main institutional weaknesses identified within the European monetary block. The major reform measures implemented in the Eurozone and some proposals to deepen the institutional change are examined too. At the end, an effort is made to understand the institutional dynamic of the Euro from institutionalist assumptions, notably those contained in the old institutionalism and in the neo institutionalist perspectives. Thus, occurs an investigation on the influence of the path dependence phenomenon on the Eurozone institutional course, as well as the role played by endogenous preferences in such a process.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/140454
Arquivos Descrição Formato
000986355.pdf (950.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.