Repositório Digital

A- A A+

A inserção internacional do Brasil e a indústria de informática nas décadas de 1980 e 1990

.

A inserção internacional do Brasil e a indústria de informática nas décadas de 1980 e 1990

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A inserção internacional do Brasil e a indústria de informática nas décadas de 1980 e 1990
Autor Medeiros, Anaís Brum
Orientador Silva, André Luiz Reis da
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Relações Internacionais.
Assunto Relações internacionais
[en] Brazilian computer industry
[en] ITA
[en] WTO
Resumo O presente estudo abordará as relações entre a política exterior do Brasil e a política para o setor de informática nas décadas de 1980 e 1990, tendo em conta a mudança de matriz de política externa. O referencial teórico para analisar a política externa brasileira será a abordagem de matriz de política externa de Sennes (2003). A matriz de política externa dos 1980, cujo elemento central era a compreensão do país como potência média no sistema internacional, perdeu força em relação à emergência de uma nova matriz de cunho liberal que entendia o Brasil como um grande mercado emergente. A Política Nacional de Informática foi um dos símbolos da resistência do antigo modelo de desenvolvimento e, por essa razão, esteve no cerne das reformas econômicas liberalizantes. A convivência dos dois modelos de inserção internacional na nova matriz levou o Brasil a oscilar entre um padrão ação internacional bastante aberto a globalização e outro, mais crítico a mesma. Esse padrão repetiu-se para as questões relacionadas a informática, que saíram da esfera as relações bilaterais entre Brasil e EUA e tornaram-se multilaterais na década de 1990. A não adesão do Brasil ao Acordo sobre Tecnologia da Informação firmado na Conferência de Cingapura e a atuação do país nas conferências seguintes marcaram a continuidade a nível exterior da Política Nacional de Informática. O presente estudo utilizou fontes oficiais, como resenhas de política exterior, tratados, legislação. Além disso, foram consultados jornais e revistas e foi realizada revisão bibliográfica sobre o tema.
Abstract This study will analyze the relationship between the Brazilian foreign policy and the sectorial policy for informatics in the 1980's and 1990's, taking into account the change in foreign policy matrix that happened at same period. The theoretical framework to analyze the Brazilian foreign policy was the foreign policy matrix approach from Sennes (2003). The foreign policy matrix of 1980's characterized by the international insertion as a middle power has been weakened by the emergence of a new liberal slant matrix characterized by the international insertion as a major emerging market. The sectorial policy for informatics was one of the resistance symbols of the old development model and matrix. Therefore, it was at the heart of liberalizing economic reforms. The coexistence of the two models of international insertion in the new matrix led Brazil to oscillate between an open behavior to globalization and other, more critical to it. This pattern repeated on issues related to information technology witch left the sphere of the bilateral relations between Brazil and the United States and went to the multilateral arena in the 1990's. The non-adherence of Brazil to the Agreement on Information Technology signed at the Singapore Conference and the country's behavior in the following conferences marked the continuity of the sectorial policy of informatics in the external level. This study used official sources, such as foreign policy reviews, treaties, legislation, newspapers and magazines of the time. Moreover, a literature review was performed.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/140520
Arquivos Descrição Formato
000988502.pdf (588.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.