Repositório Digital

A- A A+

A política externa do Irã e o impacto do conflito na Síria : alterações geopolíticas regionais e a estratégia iraniana

.

A política externa do Irã e o impacto do conflito na Síria : alterações geopolíticas regionais e a estratégia iraniana

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A política externa do Irã e o impacto do conflito na Síria : alterações geopolíticas regionais e a estratégia iraniana
Autor Roberto, Willian Moraes
Orientador Vizentini, Paulo Gilberto Fagundes
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Relações Internacionais.
Assunto Relações internacionais
[en] Iran
[en] Iranian foreign policy
[en] Middle east
[en] Syrian war
Resumo O presente trabalho analisa o impacto das recentes mudanças geopolíticas no Oriente Médio sobre a política externa do Irã, tendo como foco os eventos desencadeados a partir de 2011 na Síria. Defende-se que Damasco é peça fundamental para a estratégia regional empregada pelo Irã e que por esse motivo o país tornou-se alvo dos adversários da República Islâmica. Argumenta-se que o conflito sírio é um ponto de inflexão regional e que ele foi instrumentalizado pelos rivais regionais do Irã, os quais buscaram derrubar o regime de al-Assad a fim de romper as relações estratégicas de Teerã com seus outros aliados, como o Hezbollah e o Hamas. Como consequência, a guerra na Síria enfraqueceu a posição iraniana no Oriente Médio, o que, junto das sanções econômicas, levou a República Islâmica a moderar sua política externa a partir da eleição de Hassan Rouhani em 2013. Dessa forma, mudanças regionais precipitaram alterações na postura internacional do Irã, que hoje tem de enfrentar tanto a ameaça do Estado Islâmico quanto o desafio de um novo tipo de relação com os Estados Unidos.
Abstract This paper analyzes the impact of recent geopolitical changes in the Middle East on Iran’s foreign policy, focusing on the events in Syria from 2011 onwards. It is argued that Damascus is a key component of the Iranian regional strategy and that for this reason this country has become the target of the Islamic Republic’s opponents. It is maintained that the Syrian conflict is a regional turning point and that it was exploited by Iran’s regional rivals, who sought to topple the al-Assad regime in order to sever the strategic relations of Tehran and its other allies, such as Hezbollah and Hamas. As a result, the war in Syria has weakened Iran’s position in the Middle East, which, alongside with the economic sanctions, led the Islamic Republic to moderate its foreign policy after Hassan Rouhani’s election in 2013. Therefore, regional changes precipitated adjustments over the international stance of Iran, which nowadays has to face both the Islamic State threat and the challenge of a new relationship with the United States of America.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/140630
Arquivos Descrição Formato
000989028.pdf (1.612Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.