Repositório Digital

A- A A+

Cooperativismo de trabalho e cooperativismo no Brasil : uma análise marxiana

.

Cooperativismo de trabalho e cooperativismo no Brasil : uma análise marxiana

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Cooperativismo de trabalho e cooperativismo no Brasil : uma análise marxiana
Autor Nogueira, Alberto Marcos
Orientador Maldonado Filho, Eduardo Augusto de Lima
Data 1998
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Ciências Econômicas. Curso de Pós-Graduação em Economia.
Assunto Cooperativa de produção
Cooperativismo : Brasil
Teoria econômica marxista
Resumo O estudo desenvolve uma análise do cooperativismo de trabalho brasileiro, com base na teoria de Marx. Tem como pano de fundo uma análise do cooperativismo de produção e sua inserção no modo de produção capitalista, bem como uma avaliação da forma como se desenvolveu o movimento cooperativista no Brasil. Os objetivos da pesquisa são balizados na consideração de que o cooperativismo brasileiro foi, ao longo do século XX, moldado de forma a posicionar-se complementarmente à acumulação de capital, sendo, por isso, tolhido da sua capacidade emancipatória para a classe trabalhadora. As conclusões remetem à identificação de diversos aspectos contraditórios que afloram a partir da extensão do cooperativismo ao campo da venda da força de trabalho (o cooperativismo de trabalho). Tais contradições apresentam-se, potencialmente, como possíveis instigadoras de mudanças no quadro da luta de classes no País.
Abstract This dissertation develops an analysis of the labour co-operatives in Brazil, based in Marx’s theory. Its background is the analysis on production co-operativism and its insertion in the capitalist production mode, as well as the evaluation of the form in which brazilian co-operative movement has developed over time. The development of this research is marked by the consideration that, through 20th century, brazilian co-operatives has been formed in order to stand complementarily to the capital accumulation, being, by this reason, deprived of its emancipatory capacity to the working class. The analysis demonstrates the existence of several contradictory aspects which surface from the very moment in which co-operativism is extended to the the selling of labour force (labour co-operatives). These contradictions may however lead to potential changes in the framework within which the class struggle is fought in Brazil.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/140748
Arquivos Descrição Formato
000115433.pdf (547.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.