Repositório Digital

A- A A+

A responsabilidade social e o DRS (Desenvolvimento Regional Sustentável) no Banco do Brasil

.

A responsabilidade social e o DRS (Desenvolvimento Regional Sustentável) no Banco do Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A responsabilidade social e o DRS (Desenvolvimento Regional Sustentável) no Banco do Brasil
Autor Oliveira, Letícia Andrade de
Orientador Carrion, Rosinha da Silva Machado
Data 2007
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de especialização a distância: Gestão de negócios financeiros - Banco do Brasil.
Assunto Banco do Brasil.
Desenvolvimento sustentável
Recursos humanos
Responsabilidade social
Resumo A responsabilidade social é uma postura de conscientização da classe empresarial quanto à sua atuação capitalista na sociedade. Essa atitude preconiza a sobrevivência e a evolução da sociedade, sendo que na ausência desta, poderá haver dissolução das empresas que ali atuam. Os fatores que implicam na postura ética e cidadão de uma empresa se fundamentam no auxílio e investimentos em educação, saúde e cultura da comunidade, bem como, o atendimento e valorização de seu corpo funcional. Dessa forma, o presente estudo tem por objetivo analisar as ações do Banco do Brasil (BB) referentes à criação de um ambiente propício ao desenvolvimento sustentável da sociedade. Visto que, as instituições financeiras são as empresas que mais obtiveram lucro na última década no país, em especial, o Banco do Brasil. O estudo estruturou-se utilizando a pesquisa bibliográfica e o método indutivo a partir de dados fornecidos por publicações científicas e materiais fornecidos pelo próprio Banco do Brasil. Posterior a coleta foi possível comparar a existência de uma atuação social válida, de acordo com os lucros obtidos pela empresa e com as suas atividades na sociedade e funcionários. Observou-se, entretanto, a existência de má distribuição dos programas sociais e apoios na sociedade, havendo maior destinação aos bolsões de pobreza no país, ao invés de uma distribuição igualitária. Infelizmente, foi observado que o Banco do Brasil possui uma responsabilidade social mais atuante na área externa (sociedade) do que na área interna (funcionários), o que provoca certo paradoxo com o próprio conceito de responsabilidade social. Assim, o estudo conclui a necessidade de uma atenção mais apurada por parte do Banco do Brasil e um alerta para as empresas em geral, no sentido de enfatizar que a responsabilidade social deve ser vista e aplicada no todo, não apenas em áreas emergenciais, pois o que hoje pode ser apenas um sinal de alerta, amanhã poderá ser uma catástrofe.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/14105
Arquivos Descrição Formato
000649851.pdf (962.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.