Repositório Digital

A- A A+

Indicadores de impactos ambientais da agropecuária em bacias hidrográficas

.

Indicadores de impactos ambientais da agropecuária em bacias hidrográficas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Indicadores de impactos ambientais da agropecuária em bacias hidrográficas
Outro título Environmental impact indicator of agricultural activities in watersheds
Autor Broetto, Tiago
Orientador Tornquist, Carlos Gustavo
Co-orientador Campos, Ben-Hur Costa de
Data 2016
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Agronomia. Programa de Pós-Graduação em Ciência do Solo.
Assunto Bovinocultura
Impacto ambiental
Qualidade da agua
Suinocultura
Resumo Nas bacias hidrográficas rurais da região Sul do Brasil, a agricultura, a bovinocultura e a suinocultura, estão entre as atividades agropecuárias que mais afetam a qualidade das águas superficiais. Os objetivos desse estudo foram: propor e testar indicadores para avaliar qualidade das águas superificias em região onde predomina o manejo pelo sistema plantio direto (SPD); estabelecer indicadores associados à suinocultura, bovinocultura leiteira e agricultura, em diferentes escalas, para avaliação do risco de impacto ambiental dessas atividades, e para elaborar uma ferramenta de apoio ao licenciamento suinícola; avaliar a condição da zona ripária, em bacias hidrográficas, e a pressão das atividades agropecuárias sobre essa área, e, relacionar o uso e o manejo do solo e a condição da zona ripária, em bacias hidrográficas, com a qualidade das águas superficiais. O estudo foi realizado em sete bacias hidrográficas na região de Quinze de Novembro, RS. Nessas bacias, a água foi monitorada por nove meses, com frequência mensal. Uma base de dados geoespacial foi criada por meio de sistemas de informações geográficas, apoiada em levantamentos de dados a campo, feitos em todas as propriedades rurais das bacias de estudo. Em todos os cursos d’água avaliaram-se as condições das zonas ripárias, principalmente, no que refere-se a área de preservação permanente e acesso de animais aos cursos d’água. indicadores agropecuários e ambientais foram propostos, para análise de pressão ambiental de atividades agropecuárias, e, tinham como premissas serem espacialmente explícitos e de fácil obtenção. Alguns do indicadores propostos foram: taxa de lotação de bovinos nas pastagens, taxa anual de aplicação de dejetos líquidos de suínos (DLS) por hectare, percentual da área consolidada que precisa ser recuperada, área consolidada com aplicação de DLS, etc. Os indicadores de qualidade da água foram correlacionados com os diferentes usos das bacias. Os resultados mostraram que o SPD tem sido conduzido com o monocultivo da soja e limitada diversidade de culturas nas rotações. As áreas agrícolas que recebem DLS, muitas vezes, coincidem com áreas de preservação permanente, e, podem contaminar os cursos d’água. A bovinocultura de leite como praticada na região, provoca degradação dos cursos d’água pelo transito livre dos bovinos nos cursos d´água. Em consequência, foi observada degradação dos indicadores de qualidade das águas superficiais nessas bacias. Os indicadores propostos foram adequados para avaliar da pressão ambiental dessas atividades agropecuárias e podem ser utilizados como ferramenta de apoio ao licenciamento e monitoramento ambiental.
Abstract Grain production, dairy and swine production are agricultural activities affect the surface water quality in rural watersheds in the south of Brazil. The objectives of this study were to propose and evaluate water quality indicators for agricultural watersheds; establish associated indicators to the swine production, dairy cattle production in different scales, to evaluate, the risk of environmental impact of these activities, and to create a tool to help in the swine licensing; evaluate the riparian zone conditions in watersheds and the environmental pressure of the agricultural activities in these areas; relate the land use and land management, and the riparian zone condition, in watersheds, with the surface water quality. The study was conducted in seven watersheds in Quinze de Novembro region, Rio Grande do Sul, Brazil. Surface waters were monitored for nine months. A geospatial database was created in GIS with field data from farmland in the study watersheds, comprising riparian zones (mainly the APP - areas of permanent preservation) and access of cattle to streambank. Agricultural and environmental indicators were proposals to analyze of the environmental pressure of the agricultural activities. These indicators included: Stocking rate of cattle, annual rate of pig slurry disposal per hectare, percentage of the consolidated area, that need reclamation, consolidated area with disposal of pig slurry. The surface water quality indicators were correlated with several land uses in the watersheds. The results shown that no-tillage have been conducted with soybean monoculture or simple rotations. Disposal of pig slurry often occurs in consolidated areas which pose high risk of surface water contamination. Dairy cattle contributed to the degradation of the streams because of free access to streambanks. The proposed indicators were adequate to assess environmental pressure of agricultural activities and can be used as a support tool in environmental licensing monitoring.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/141249
Arquivos Descrição Formato
000992268.pdf (15.29Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.