Repositório Digital

A- A A+

A implementação da política nacional de educação permanente em saúde no Grupo Hospitalar Conceição : transmissão da política, articulação institucional e voluntarismo

.

A implementação da política nacional de educação permanente em saúde no Grupo Hospitalar Conceição : transmissão da política, articulação institucional e voluntarismo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A implementação da política nacional de educação permanente em saúde no Grupo Hospitalar Conceição : transmissão da política, articulação institucional e voluntarismo
Autor Serres, Thauana de Freitas
Orientador Lima, Luciana Leite
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de Políticas Públicas.
Assunto Educação permanente
Grupo Hospitalar Conceição
Política pública
[en] GHC
[en] Implementation
[en] Permanente education
[en] Public policy
Resumo O presente estudo tem como tema a implementação da Política Nacional de Educação Permanente em Saúde (PNEPS) no Grupo Hospitalar Conceição (GHC). O objetivo deste trabalho é analisar como se dá a implementação dessa política – que defende uma metodologia na ótica permanente para a educação em serviço dos trabalhadores do SUS, onde estes devem exercer um protagonismo em sua formação – no âmbito dessa instituição. Para fundamentar este trabalho foram realizados levantamentos bibliográficos, observação participante e análise da implementação por meio da perspectiva top down. A partir desse estudo, foi possível comparar a realidade da implementação da PNEPS no GHC, com as determinações expressas nos documentos do Ministério da Saúde que orientam a forma como deve ser implementada essa política. Nesse sentido, foi possível identificar uma política com lacunas em seu desenho – como a ausência de um plano estruturado – o que possibilita um voluntarismo nas ações dos implementadores, bem como, uma articulação institucional autônoma e independente.
Abstract The present study’s subject is the implementation of the Politica Nacional de Educação Permanente em Saúde (PNEPS) in the Grupo Hospitalar Conceição (GHC). The objective of this paper is to analyze how the implementation of this policy – which supports a methodology in the permanent outlook for the education in service of the SUS’s workers, where they must have a protagonist role in their formation - occurs within this institution. Bibliographic survey, participatory observation and analysis of the implementation through the “top down” perspective were carried out in order to substantiate this study. With this study it was possible to compare the reality of the implementation of the PNEPS in the GHC to the determinations expressed in the Health Ministry’s documents that guides the form with which this policy must be implemented. This way, it was possible to identify a policy with gaps in its design – as the absence of a structured plan – which enable a voluntarism in the actions of the implementers as well as an autonomous and independent institutional articulation.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/141308
Arquivos Descrição Formato
000983956.pdf (645.1Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.