Repositório Digital

A- A A+

O celular como mídia educacional

.

O celular como mídia educacional

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O celular como mídia educacional
Autor Floss, Fábio
Orientador Primo, Tiago Thompsen
Data 2010
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Centro de Estudos Interdisciplinares em Novas Tecnologias da Educação. Curso de Especialização em Mídias na Educação.
Assunto Dispositivo
Mídia
Tecnologia educacional
Telefone celular
[en] Educational media
[en] Mobile
[en] Mobile learning
Resumo Atualmente os celulares estão presentes na vida de grande parte da população mundial. Já não são apenas dispositivos móveis para falar, mas sim para comunicar-se de diversas formas (voz, mensagens, envio de dados, conversação via ambientes on-line) ouvir músicas, vídeos, fazer pesquisas (internet) e, produção textual. São como se fossem um membro do seu corpo, pois é a única mídia que passa 24h com o seu usuário, possuindo uma relação de grande afetividade. A idéia que se tem em relação aos celulares atualmente é a de que estes em nada contribuem no processo educacional, ao contrário, atrapalham. Este trabalho visa combater essa opinião negativa, mostrando que o celular pode ser uma ferramenta de apoio pedagógico podendo fazer a diferença no processo de ensino e aprendizagem. Com uma ferramenta que o aluno é familiar, domina e o atrai, a tendência que este participe de atividades propostas e possa considerar-se um construtor de seu próprio processo de ensino e aprendizagem. Dito isto, neste trabalho será apresentada a trajetória histórica do dispositivo móvel celular, desde a sua criação, construção, evolução da tecnologia, crescimento de áreas de atuação, evolução dos modelos de aparelhos desde a primeira geração (1G) até a geração três e meia (3,5G), bem como o consequente início da quarta geração (4G). Com a evolução dos aparelhos celulares foram sendo inseridas tecnologias necessárias ao dia-a-dia do homem, utilizadas em diversos campos de trabalhos e pesquisas. Com a inserção da mídia internet no celular, as informações necessárias ao educando ficam mais fácies, acessíveis e rápidas de serem obtidas. Criam-se ferramentas de comunicação e transferências de informações em redes, também utilizadas no campo educacional, que na qual foi chamada de M-Learning que traduzida significa aprendizagem com mobilidade. Podemos perceber que o sistema de ensino atual já está vencido há muito tempo. Os métodos de ensino aprendizagem não acompanharam à evolução das tecnologias e as inserções das novas Tecnologias de Informação e Comunicação, as famosas TICs. Muitos educadores não sabem como lidar ou ainda, são inexperientes no uso das TICs. Foi a partir dessa percepção e do grande número de celulares presentes em sala de aula, que comecei a refletir sobre a possibilidade de transformar o celular em uma mídia educacional, sendo uma ferramenta de apoio pedagógico no processo de ensino e aprendizagem. Percebi uma grande resistência por parte dos colegas profissionais da educação, quando ousei a comentar sobre o meu projeto de pesquisa. Mas com as interações, discussões e esclarecimentos, muitos começaram a aceitar. A partir do momento em que tomaram posse da entrevista de coleta de dados, que deveriam preencher, a maioria dos participantes começou a refletir que de fato, poderia ser possível a inserção do celular como uma mídia educacional. A partir deste trabalho, os educadores poderão construir novos métodos de ensino e novas técnicas de aprendizagem tendo o celular como uma ferramenta pedagógica, adotando-o como uma mídia educacional.
Abstract Currently mobile phones are present in the lives of much of the population. They are are not only mobile devices to talk, but to communicate in different ways (voice, messaging, sending data via chat online environments) hearing music, doing some research (internet), and textual production. They are like a member of your body, it is the only media that is 24 with its user, having a deep relationship affection. The idea related to mobile phones today is that they do not contribute to the educational process, on the contrary, hinder. This work aims to combat this negative view, showing that the cell can be a tool to support teaching and can make a difference in the teaching and learning. With a tool that the student is familiar, and attracts dominates, the trend that participate in activities and proposals can be considered as a builder of your own teaching and learning. That said, this work presents the historical trajectory of a mobile device, since its establishment, construction, technology evolution, growing practice areas, development of models of handsets since the first generation (1G) until half past three generation (3.5 G), and the consequent beginning of the fourth generation (4G). With the evolution of mobile handsets are being added necessary technologies for day-to-day man’s, used in various fields of work and research. With the inclusion of internet media on the phone, the information needed to become more educated easy, affordable and quick to obtain. It’s created tools of communication and transfer of information in networks, also used in the educational field, in which it was called M-learning which translated means learning disabled. We realize that the current education system is already long overdue. The methods of teaching and learning not kept pace with changing technology and the insertions of new Information Technologies and Communication, the famous ICT’s. Many educators do not know how to deal or are inexperienced in the use of ICT’s. It was from this perception and the large number of cell present in the classroom, I began to reflect on the possibility of transforming the phone into an educational media, and a tool for pedagogical support in the teaching and learning. I noticed a great resistance from fellow professionals in education, when I dared to comment on my research project. But with the interactions, discussions and clarifications, many began to accept. Since the moment they took possession of the data collection interview, which should fill the majority of the participants began to reflect that fact, it might be possible to insert the phone as a media education. Since this work, educators are able to build new teaching methods and learning new techniques with the phone as a pedagogical tool, adopting it as an educational media.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/141490
Arquivos Descrição Formato
000989259.pdf (414.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.