Repositório Digital

A- A A+

A política de saúde e o serviço social : as contradições vividas numa sociedade de classes

.

A política de saúde e o serviço social : as contradições vividas numa sociedade de classes

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A política de saúde e o serviço social : as contradições vividas numa sociedade de classes
Autor Schmitz, Bárbara Amaral
Orientador Wünsch, Dolores Sanches
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Curso de Serviço Social.
Assunto Luta de classes
Politicas de saúde : Brasil
Serviço social
Resumo Este trabalho de conclusão de curso da Universidade Federal do Rio Grande do Sul tem como objetivo trazer reflexões a cerca do campo profissional ocupado pela categoria no campo da política de saúde. Explicita as contradições identificadas a partir das vivencias numa Unidade de Pronto Atendimento de Saúde, do município de Porto Alegre-RS, durante o estágio Curricular obrigatório (2012 a 2013) e realiza uma análise crítica e reflexiva acerca dos processos de trabalho do assistente social. O estudo parte do aprofundamento da teoria marxista clássica para poder delinear claramente como as contradições fazem parte da totalidade da sociedade e como influenciam diretamente no trabalho profissional. O trabalho é dividido em três capítulos, sendo que no primeiro trabalha a constituição da sociedade dividida em classes e o papel do Estado a partir da perspectiva marxista. O segundo capítulo, elucida o campo das políticas públicas, em específico a política de saúde no Brasil, trazendo um apanhado histórico da saúde pública no país e um panorama referente à totalidade acerca desse processo, retratando como ocorre a articulação dos trabalhadores para concretizar sua luta por melhores condições de vida, trabalho e saúde. Assim, evidencia o surgimento do Sistema Único de Saúde e como se dá a municipalização da saúde em Porto Alegre reconhecendo como uma conquista legítima da classe trabalhadora, frente às investidas do grande capital na precarização dos serviços. O terceiro capítulo, retrata o Serviço Social no campo da saúde, pensando de maneira intrínseca como a categoria profissional é um produto da luta de classes, refletindo como exerce suas ações referente às contradições vividas diariamente em seus espaços profissionais. Este último capítulo apresenta um recorte histórico da categoria, analisando seu surgimento e a construção do Projeto Ético Político do Serviço Social, bem como o espaço que é ocupado pela categoria na saúde pública brasileira.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/141519
Arquivos Descrição Formato
000993118.pdf (253.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.