Repositório Digital

A- A A+

Novas perspectivas de aprendizagem, mediadas pela mídia informática, para possibilitar a autonomia dos PNEs, nas escolas da rede pública municipal de Alegrete.

.

Novas perspectivas de aprendizagem, mediadas pela mídia informática, para possibilitar a autonomia dos PNEs, nas escolas da rede pública municipal de Alegrete.

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Novas perspectivas de aprendizagem, mediadas pela mídia informática, para possibilitar a autonomia dos PNEs, nas escolas da rede pública municipal de Alegrete.
Autor Silva, Eliane Costa da
Orientador Flores, Maria Lucia Pozzati
Data 2010
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Centro de Estudos Interdisciplinares em Novas Tecnologias da Educação. Curso de Especialização em Mídias na Educação.
Assunto Acessibilidade
Aluno
Autonomia
Informática
[en] Accessibility
[en] Human-computer interaction
[en] Multifunction capabilities
[en] PWD room
Resumo As crianças, com raras exceções, chegam às escolas motivadas pelos pais que sendo alfabetizados ou não, depositam na escola todos seus sonhos, de que a criança que ali adentra, possa expandir o seu restrito universo familiar. E as crianças, por sua vez, enxergam a escola, como um mundo mágico a ser explorado. Na Constituição Federal do Brasil, de 1988, conhecida como Constituição Cidadã, a educação é um direito de todos, não restringindo o acesso à educação apenas às crianças ditas ”normais”. Este trabalho visa trazer um novo olhar e quem sabe, novos subsídios para tornar a inclusão de crianças portadoras de necessidades especiais, uma verdade e não mais um mito, nas escolas da rede pública municipal da cidade de Alegrete. Foi realizado um estudo de caso, com crianças com necessidades educacionais especiais que frequentam as salas de aula regulares da Escola Municipal de Educação Básica Fernando Ferrari sendo constatado que a mídia informática ainda não é utilizada de modo a propiciar a autonomia dessas crianças. Infelizmente a educação no Brasil sempre contemplou as crianças saudáveis e que tivessem o domínio cognitivo suficiente para aprender, deixando relegadas, à segundo plano, as crianças com necessidades especiais. Por esse motivo os professores não necessitavam saber como trabalhar com essas crianças portadoras de necessidades especiais e nem a parte física da instituição educacional era preparada para atender essas crianças. Com o avanço das tecnologias da informação e de comunicação, principalmente da educação mediada pela utilização da informática, torna-se imprescindível capacitar os profissionais que atuam em ambientes educacionais para que se apropriem desse conhecimento e os utilizem de forma a favorecer o desenvolvimento e a aprendizagem, pois apesar de todos esses avanços tecnológicos, o professor ainda se sente seguro utilizando formas arcaicas de “transmissão do conhecimento”, ou seja, quadro e giz. Os professores que atuarão nas salas de recursos multifuncionais, das escolas públicas municipais de Alegrete, estão sendo capacitados adequadamente, para utilizar às tecnologias, principalmente à informática, com crianças portadoras de necessidades especiais, garantindo a inclusão sociodigital desses educandos e os capacitando para uma vida mais autônoma. É inegável o fato de que o uso do computador em sala de aula torna muito mais fácil a compreensão de determinados assuntos pelos alunos ditos “normais” assim como, a utilização de ferramentas atrativas e inclusivas favorece a aprendizagem de alunos com necessidades especiais. É visível que as Universidades Brasileiras estão investindo na pesquisa e na formação de docentes qualificados para produzir e disseminar novas formas de desenvolvimento de interfaces que auxiliem a mídia informática para torná-la acessível aos PNEs (Portadores de Necessidades Especiais).
Abstract Children, with rare exceptions, arrive at schools motivated by their parents that have literacy or not, put in school all their dreams, that the child who enters there, can expand its restricted family universe. And the children, in turn, see the school as a magical world to be explored. In the Constitution of Brazil of 1988, known as the Citizen Constitution, education is a right for all, not restricting access to education for only "normal" children. This monograph will seek to bring a new look and who knows, new subsidies to make the inclusion of children with special needs a fact, and no longer a myth in public schools from the city of Alegrete. It was conducted a case study, with children with special educational needs who attend regular classrooms of the School of Basic Education Fernando Ferrari and revealed that the media informatics is not used in order to foster the autonomy of these children. Unfortunately the Brazilian education has always looked only to healthy children who had enough cognitive domains to learn, leaving relegated to the background, children with special needs. For this reason the teachers did not need to know how to work with these children with special needs and not even the physical part of the educational institution was prepared to assist these children. With the advancement of information technology and communication, especially education mediated by the use of information technology, it is essential to train professionals who work in educational environments for them to assume ownership of that knowledge and use them in order to promote development and human learnin (Santarosa, 2010), because despite all these technological advances, teachers still feel safe using archaic forms of "knowledge transfer", id est., the chalk and the blackboard. The teachers who will serve in the rooms of multifunctional resources, in the public schools in Alegrete, are being adequately trained to use the technologies, especially information technology, with children with special needs, ensuring the sociodigital inclusion of these students and empowering them for a more independent life. There is no denying the fact that the use of computers in the classroom makes it much easier to understand certain subjects by the students called "normal", as well as the use of attractive tools and promotes inclusive learning for students with special needs. It is apparent that the Brazilian Universities are investing in research and training of qualified teachers to produce and disseminate new ways of developing interfaces to assist the media information to make it available to the PWD (People with disabilities).
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/141538
Arquivos Descrição Formato
000990031.pdf (231.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.