Repositório Digital

A- A A+

Fazendo política linguística em sala de aula : ações didático-pedagógicas pela manutenção da língua minoritária hunsrückisch

.

Fazendo política linguística em sala de aula : ações didático-pedagógicas pela manutenção da língua minoritária hunsrückisch

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Fazendo política linguística em sala de aula : ações didático-pedagógicas pela manutenção da língua minoritária hunsrückisch
Autor Pupp Spinassé, Karen
Resumo Devido a um longo histórico de fomento do monolinguismo, ainda são recentes no Brasil as políticas linguísticas que levam em consideração as línguas minoritárias aqui presentes. Dentre elas, as chamadas línguas de imigração ainda sofrem muito preconceito, por não acharem seu espaço nesse cenário que não se reconhece como multilíngue – apesar de o sempre ter sido. Com isso, o processo de extinção dessas línguas pode estar sendo acelerado, e muito pouco se tem feito, por parte de políticas públicas, para reverter essa situação. Neste artigo, discutiremos a questão do multilinguismo brasileiro focando na questão das línguas minoritárias, tendo como recorte específico o Hunsrückisch, língua brasileira de imigração de base alemã falada especialmente no Rio Grande do Sul. Mostraremos algumas ações que temos desenvolvido no âmbito de nossos projetos de pesquisa que, combatendo o preconceito linguístico e as atitudes negativas para com essa língua minoritária, bem como a permitindo no contexto escolar e legitimando-a como língua-ponte, para o aprendizado do alemão standard, por exemplo, visam a contribuir na manutenção da variedade.
Abstract Due to a long history of fostering monolingualism in Brazil, language policies that take into account the present minority languages are still recent here. Particularly the so called immigration languages still suffer a lot of prejudice, because they don’t find their space in this scenario that is not recognized as multilingual – although it in fact always have been multilingual. Thus, the process of losing/shifting these languages may be being accelerated, and the public policies don’t do very much to reverse this situation. In this paper we discuss the situation of Brazilian multilingualism, focusing on minority languages, especially the Hunsrückisch, a Brazilian immigration/heritage language of German base, which is spoken preeminently in Rio Grande do Sul. We show here some actions that we have developed within our research projects, which aims to contribute to the maintenance of this minority language, combating linguistic discrimination and negative attitudes towards it, as well as allowing it in the school and legitimizing it as a bridge language for the standard German learning.
Contido em Revista virtual de estudos da linguagem - ReVEL. Novo Hamburgo, RS. Vol. 14, n. 26 (mar. 2016), p. 103-119
Assunto Língua hunsrückisch
Multilinguismo
[en] Bridge language
[en] Language awareness
[en] Language maintenance
[en] Multilingualism
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/141858
Arquivos Descrição Formato
000991289.pdf (289.6Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.