Repositório Digital

A- A A+

Estrutura arbórea de uma floresta ribeirinha no Arroio Bom Jardim, município de Montenegro, Rio Grande do Sul, Brasil

.

Estrutura arbórea de uma floresta ribeirinha no Arroio Bom Jardim, município de Montenegro, Rio Grande do Sul, Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Estrutura arbórea de uma floresta ribeirinha no Arroio Bom Jardim, município de Montenegro, Rio Grande do Sul, Brasil
Autor Massing, Angelo Augustinho
Orientador Leite, Sergio Luiz de Carvalho
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Ciências Biológicas: Bacharelado.
Assunto Árvores
Bom Jardim, Arroio (RS)
Fitossociologia
[en] Floristic
[en] Phytosociology
[en] Rainforest
[en] Seasonal forest
[en] Tree component
Resumo O presente trabalho teve como objetivo um estudo fitossociológico do componente arbóreo de uma floresta ribeirinha no Arroio Jardim, localizada no município de Montenegro, Rio Grande do Sul (29º50’14,2” S e 51º23’36,2” W). O levantamento foi realizado em uma área de 0,3 ha, onde foram delimitadas 30 parcelas (10 m x 10 m), espaçadas em 10 m. Foram incluídos todos os indivíduos a partir de 5 cm de diâmetro de caule à altura do peito. Amostraram-se 465 indivíduos incluídos em 64 espécies e 28 famílias. A densidade total foi estimada em 1.550 ind./ha e as espécies com maior valor de importância foram Sebastiania serrata (22,75%), Casearia silvestris (9,74%), Myrcia multiflora (3,76%), Cabralea canjerana (3,59%) e Nectandra oppositifolia (3,02%). As famílias com maior riqueza específica foram Myrtaceae (7), Fabaceae (6), Lauraceae (6), Meliaceae (4) e Salicaceae (4). Quanto ao contingente fitogeográfico, 64% das espécies são de distribuição ampla, 16 % pertencem a floresta estacional decidual, 12%, a floresta ombrófila densa, 5%, a floresta ombrófila mista e 5% são exóticas. Quanto ao número de indivíduos, 81% são de distribuição ampla, 10% são da floresta ombrófila densa, 7%, da floresta estacional decidual, 1%, da floresta ombrófila mista e 1% de exóticas. Em relação à síndrome de dispersão, 54% dos indivíduos se dispersam por zoocoria, 39%, por autocoria e 7%, por anemocoria. Quanto ao número de espécies, 75% apresentaram estratégia zoocórica, 14 %, anemocórica e 11 %, autocórica. Quanto aos estádios sucessionais, 11% das espécies são pioneiras, 36%, secundárias iniciais e 53%, secundárias tardias. Em termos de números de indivíduos, 11% são pioneiras, 36%, secundárias iniciais e 53%, secundárias tardias. O índice de Shannon estimado foi de 2,98 nats.ind.-1 e o de Pielou, 0,72. A floresta ribeirinha do arroio Bom Jardim, município de Montenegro, Rio Grande do Sul, apresenta alta riqueza específica e alta diversidade, considerando o ambiente ribeirinho onde se desenvolve e está havendo um processo de regeneração avançando em seu estádio sucessional, possivelmente com a gradual substituição das espécies pioneiras por secundárias iniciais e, principalmente, tardias.
Abstract This study aims to carry out a phytosociological study of the arboreal component in an riverine forest in the Bom Jardim Stream, located in the municipality of Montenegro, Rio Grande do Sul, (29º50'14,2 "S and 51º23'36,2" W). The survey was conducted in an area of 0.3 ha, where 30 quadrats were delimited (10 m x 10 m), spaced at 10 m. All the trees with DBH > 5 cm were included. The total sample surveyed 465 individuals, 64 species and 28 families. The absolute density was estimated in 1,550 ind./ha and species with higher importance value, in descending order, were Sebastiania serrata (22.75%), Casearia silvestris (9.74%), Myrcia multiflora (3.76%), Cabralea canjerana ( 3.59%) and Nectandra oppositifolia (3.02%). Families with highest species richness were Myrtaceae (7), Fabaceae (6), Lauraceae (6), Meliaceae (4) and Salicaceae (4). Regarding to the phytogeographical group, 64% of the species are widely distributed, 16% belonging to deciduous forest, 12%, tropical rain forest, 5%, mixed rain forest and 5% are exotics. As it concerns to the number of individuals, 81% are widely distributed, 10% are of the tropical rain forest, 7%, of deciduous forest, 1%, of mixed rain forest and 1% are exotics. About the dispersion syndrome, 54% of individuals are dispersed by zoochory, 39%, by autochory and 7% by anemochory. Regarding to the species, 75% had zoochoric strategy, 14% were anemochorics and 11%, autochorics. With respect to successional stages, 11% of species were pioneers, 36%, early secondary and 53%, late secondary. In terms of numbers of individuals, 11% were pioneers, 36%, early secondary and 53%, late secondary. The Shannon index estimated was 2.98 nats. ind.-1 and the Pielou, 0.72. The riverside forest Bom Jardim Stream, in the municipality of Montenegro, Rio Grande do Sul, had a high species richness, considering the riverine environment where it develops and there is a regeneration process moving forward in their successional stage, possibly with the gradual replacement of pioneer species by early secondary and, especially, late species.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/142136
Arquivos Descrição Formato
000989462.pdf (753.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.