Repositório Digital

A- A A+

Determinação do papel das citocinas inflamatórias IL-6 e IL-8 na proliferação, resistência quimioterápica e invasão celular em glioblastoma humano

.

Determinação do papel das citocinas inflamatórias IL-6 e IL-8 na proliferação, resistência quimioterápica e invasão celular em glioblastoma humano

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Determinação do papel das citocinas inflamatórias IL-6 e IL-8 na proliferação, resistência quimioterápica e invasão celular em glioblastoma humano
Autor Klafke, Karina
Orientador Gelain, Daniel Pens
Co-orientador Zanotto Filho, Alfeu
Data 2015
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Biotecnologia.
Assunto Glioblastoma
Quimiocinas
[en] Gliomas
[en] Inflammation
[en] Secretome
Resumo Inflamação associada ao câncer vem sendo relacionado com progressão de fenótipo maligno em diversos tipos tumorais, inclusive glioma. Este estudo teve o intuito de realizar uma caracterização do microambiente inflamatório em gliomas, partindo da importância das interleucinas como moduladores solúveis na composição do secretoma inflamatório, além da investigação de vias de sinalização e processos envolvidos na caracterização inflamatória em gliomas humanos. A função do secretoma e alguns dos seus componentes chaves foram investigados in vitro para processo celulares de proliferação, invasão, quimiorresistência, quimiotaxia e ativação de macrófagos. E, em adição, a caracterização das rotas de sinalização de STAT3 e NF-kB como reguladores essenciais na mediação do secretoma inflamatório foi estudada. A inibição conjunta destes apresentou diminuição de parâmetros do fenótipo maligno agressivo de GBM, atuando tanto na proliferação e migração celular quanto na abolição da ativação de monócitos. Os resultados fornecem um panorama dos processos inflamatórios em glioma correlacionados com seu secretoma pela interação de tipos celulares complexos e descreve vias inflamatórias passíveis de intervenção por inibidores farmacológicos para proveito de terapias em GBM.
Abstract Inflammation linked to cancer has been associated with progression of malignant phenotype in various tumor types including glioma. This study aimed to characterize the inflammatory microenvironment in gliomas, based on the importance of interleukins as soluble modulators in the composition of the inflammatory secretome, as well as to investigate signaling pathways and processes involved in inflammatory characterization in human gliomas. The function of the secretome and of the some of its key components were investigated in vitro for celular processes of proliferation, invasion, chemoresistance, chemotaxis and macrophages activation and, in addition, the signaling pathways of STAT3 and NF-κB as essential regulators in the mediation of inflammatory secretome production were characterized. The co-inhibition of these parameters presented a decrease on the malignant agressive GBM features, acting not only in the proliferation and cellular migration but also in the abolition of monocytes activation. The results provide an overview of inflammatory processes correlated with glioma your secretome by the interaction of complex cell types and describes inflammatory pathways that can be prevented by pharmacological inhibitors for the benefit of therapies for GBM.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/142178
Arquivos Descrição Formato
000989233.pdf (1.853Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.